Robin Shute é o primeiro britânico a ganha Pikes Peak

Robin Schute foi o primeiro britânico a vencer Pikes Peak

A edição deste ano da famosa “rampa” norte-americana fica marcada pela morte do motociclista Carlin Dunne.

O antigo piloto de GT, Robin Shute, tornou-se no primeiro britânico a vencer a Pikes Peak International Hillclimb. Shute, atualmente a residir na Califórnia, utilizou o seu Wolf GB08 de motor Honda pelo ano segundo consecutivo para triunfar com nas montanhas do Colorado com o tempo de 9 minutos 12,476 segundos. Em segundo lugar ficou Raphael Astier num Porsche 911 GT3 Cup modificado com o registo de 9min.23,721seg. Shute tinha como objetivo baixar da marca dos 8 minutos e 30 segundos, mas dados os problemas que sentiu no motor do seu carro, um 2.0 turbo da Honda Racing da categoria Unlimited, acabou por ficar satisfeito com o resultado final. Apesar de ter ficado em 14.º lugar da geral, Rhys Millen, bateu o recorde para modelos de produção ao volante de um Bentley Continental GT, com 10min.18,488seg.

A 97ª edição da emblemática rampa norte-americana foi, no entanto, ensombrada pela morte do motociclista Carlin Dunne. Vencedor por quatro ocasiões desta prova, o piloto de 36 anos caiu da sua Ducati Streetfighter V4 na parte final do percurso. Dunne tinha estabelecido o objetivo de bater o recorde absoluto em duas rodas para a prova deste ano. Rennie Scaysbrook venceu nas motos com uma Aprilia Tuono V4 1000.

Este ano correram em Pikes Peak 58 carros e 27 motos. 44 dos participantes foram norte-americanos.

Deixe uma resposta

*