Primeiro elétrico da Porsche chamar-se-á Taycan

Conhecida em formato protótipo como Mission E, a berlina elétrica da marca de Estugarda já tem nome para quando passar à produção, em 2019.

A Porsche assinalou hoje 70 anos de existência e na respetiva cerimónia apresentou o 911 Speedster Concept e anunciou que o concept Mission E (na imagem) chamar-se-á Taycan quando passar à produção, no próximo ano. A primeira berlina desportiva totalmente elétrica da Porsche tem um nome que se traduz como “cavalo jovem e alegre”, aludindo ao coração do escudo da marca. O Mission E Concept possui dois motores síncronos que combinam mais de 600 cv, o que lhe permitem anunciar acelerações de 0 a 100 km/h em menos de 3,5 segundos e atingir os 200 km/h em menos de 12 segundos. A autonomia anunciada é superior a 500 km, à luz do ciclo NEDC.

A Porsche investirá mais de seis mil milhões em mobilidade elétrica até 2022, duplicando o valor inicialmente previsto. Desse bolo, cerca de 500 milhões serão canalizados para o desenvolvimento de variantes do Taycan, mil milhões destinam-se à eletrificação e hibridização da gama existente e cerca de 700 milhões para novas tecnologias, infraestrutura de carregamento e smart mobility.

Entretanto, em Zuffenhausen, na sede da Porsche, a fábrica já está a ser aumentada para a construção de conjuntos de transmissão elétricos e o espaço de pintura está a ser melhorado. A produção do novo modelo contribuirá para a criação de cerca de 1200 postos de trabalho.

Deixe uma resposta

*