Próximo Toyota Aygo poderá ser elétrico

Toyota Aygo

Japoneses querem continuar no segmento A, apesar do fim da joint venture com a PSA.

A Toyota lançou a atual geração do citadino Aygo (na imagem) em 2014, mas em entrevista à Automotive News Europe, o CEO da marca japonesa na Europa garantiu um sucessor. “O Aygo tem sido um produto muito bom para nós para atrair clientes jovens para a marca. Ainda achamos que é um segmento para estarmos presentes”, disse Johan Van Zyl, adiantou ainda que a nova geração atual Aygo – o único modelo do portefólio da marca que não é híbrido – poderá ser 100% elétrica. “Algumas cidades estão a aplicar zonas zero emissões, por isso consideramos que podemos fazer um minicarro elétrico do segmento A para esse fim”, acrescentou o gestor do emblema nipónico. A própria responsável máxima da Citroën, Linda Jackson, já deu a entender que o futuro do C1 poderá passar por um modelo totalmente elétrico.

Ter uma opção a gasolina no novo Aygo poderá revelar-se inviável do ponto de vista financeiro num segmento tão sensível ao preço. O custo necessário para elaborar um sistema mais eficaz que lhe permita limpar mais emissões NOx, de modo a cumprir a norma ambiental Euro6d Temp. Ainda relativamente à atual geração do Aygo, a Toyota conseguirá vender o motor a gasolina sem qualquer tipo de penalização em 2020 porque os seus híbridos representam mais de metade das vendas da gama em solo europeu, o que ajuda a reduzir de forma significativa a média de emissões de CO2.

A Toyota vendeu 83.030 unidades do Aygo nos primeiros dez meses deste ano no Velho Continente, segundo dados da Jato Dynamics. Recorde-se que o atual Aygo é produzido em conjunto com o Peugeot 108 e com o Citroën C1 na fábrica pertencente à Toyota situada em Kolin (República Checa). Sendo que essa aliança não terá continuidade no final do atual ciclo de produto, em 2021, a Toyota terá de decidir o que fazer com a sua fábrica cuja capacidade de produção atinge um máximo de 300 mil carros/ano.

A Toyota/Lexus anunciou que lançará três modos elétricos até 2021, incluindo já a versão elétrica do Lexus UX. Espera-se que os outros sejam uma versão elétrica do Toyota C-HR e um comercial de origem PSA.

Deixe uma resposta

*