Monovolume elétrico Mercedes tem 405 km de autonomia

Mercedes-Benz EQV View Gallery 9 photos

Com 204 cv, o EQV pode ter até oito lugares. Chega em 2021.

Depois de apresentar o Concept EQV em março no Salão de Genebra, num formato muito próximo da produção, a Mercedes-Benz revelou finalmente a versão definitiva, que mantem o mesmo nome. Com apresentação agendada para o Salão de Frankfurt, a 12 de setembro, na Alemanha, e lançamento previsto para 2021, o EQV é uma versão elétrica do monovolume Classe V. Com um motor elétrico de 204 cv colocado no eixo dianteiro, anuncia uma velocidade máxima de 160 km/h. A alimentar o motor está um conjunto de baterias de iões de lítio de 90 kWh de capacidade posicionadas debaixo do piso do carro, que lhe permite anunciar autonomia até 405 km. Carrega a 11 kW mas também é compatível com postos de 110 kW (disponíveis na nova rede Ionity) – com este último a permitir encher de 10 a 80% da carga em 45 minutos.

O EQV será produzido em Vitoria (Espanha), na mesma fábrica da Vito e da Classe V, e estará disponível em dois formatos de carroçaria: com 5140 mm ou 5370 mm de comprimento; e 3200 ou 3430 mm de distância entre eixos. Mais importante do que isso, é possível personalizar a disposição dos bancos no interior, havendo a possibilidade de instalar entre seis, sete ou oito lugares, dependendo da opção por bancos individuais ou de correr. No plano estético, o EQV é idêntico ao protótipo, com faróis inclinados com luzes diurnas em LED integradas ladeando a grelha saliente composta por um painel preto com filamentos horizontais. Os para-choques foram redesenhados e há novas jantes de 18 polegadas.

Por dentro, o espaço debaixo da consola central foi reconfigurado e os apoios de braços foram deslocados para trás, acrescentando ainda detalhes em azul e dourado. O sistema de infotainment MBUX acompanhado por um ecrã de 10 polegadas traz novas funções e conta com um sistema de comandos por voz. Em vez de um botão “start”, o monovolume recorre a uma chave tradicional. Através de um “app” para o smartphone, o utilizador pode programar a climatização remotamente e programar um percurso na navegação.

Deixe uma resposta

*