Audi e-tron S mostra aptidão para drift em pista

Audi e-tron Sportback S View Gallery 30 photos

Nova derivação do modelo elétrico com três motores e 503 cv em “overboost”.

A Audi está a preparar uma nova derivação desportiva “S” da gama elétrica e-tron, que estará disponível a partir da segunda metade deste ano no formato SUV convencional e no formato coupé Sportback. Os novos e-tron S (nas imagens, ainda em formato protótipo) serão os primeiros modelos elétricos de produção em série equipados com três motores: dois no eixo traseiro e outro no eixo dianteiro. Esta versão com tração integral garante 429 e 808 Nm com a caixa em modo “D”. Os modelos e-tron S contam com um motor dianteiro com 201 cv e dois motores com 177 cv cada. Contudo, em “overboost”, é possível durante um curto período de oito segundos de cada vez ascender a 503 cv e 973 Nm. Estas caraterísticas possibilitam que a dupla de SUV consiga acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e atinja uma velocidade máxima de 211 km/h.

Dinamicamente, pelo que é dado perceber no vídeo publicado pela marca, o novo modelo S permite manobras de “drift”, incluindo uma direção progressiva reprogramada e uma suspensão adaptativa com uma afinação mais firme – incluindo barras estabilizadoras maiores em ambos os eixos -, além de incluir pneus mais largos com 285 mm. O eixo dianteiro inclui discos de travão mais largo e pinças de seis êmbolos e cada um dos motores traseiros opera de forma independente, proporcionando vectorização de binário sem necessitar de recorrer a um diferencial. O motor que controla a roda exterior permite debitar 220 Nm a mais face à roda interior e em curva o motor da roda interior pode aplicar até 0,3 G de travagem regenerativa.

Visualmente, os modelos e-tron S distinguem-se pelos para-choques modificados, entradas de ar maiores na dianteira, cavas das rodas alargadas e detalhes exteriores cromados adicionais.

Embora se saiba que a Audi está a trabalhar em novas baterias que permitem aumentar a densidade energética, para já, ainda não foi revelada a autonomia desta nova variante e-tron S – ficando por saber se o novo modelo incluirá um novo conjunto de baterias. A marca de Ingolstadt vai dizendo apenas que é possível carregar de 5 a 80% das baterias de 95,3 kWh (da qual aproveita 91% da capacidade útil – quando o e-tron convencional aproveita apenas 88%) em cerca de meia hora numa tomada rápida de 150 kW.

Recorde-se que atualmente a gama e-tron está disponível com opção 50 quattro com 313 cv e 55 quattro com 408 cv (ambos equipados com dois motores elétricos – um por eixo).

Deixe uma resposta

*