Audi despede Daniel Abt por batota em corrida virtual

Daniel Abt

O piloto alemão que participava na Fórmula E pediu a um piloto virtual profissional para correr em seu nome.

O cancelamento de todas as provas de desporto automóvel fez com que as equipas e os pilotos utilizassem as corridas virtuais como forma de continuar ativas. Como tal, grande parte dos profissionais estão inseridos em competições periódicas realizadas através de simuladores. É o caso das provas “Race at Home Challenge”, nas quais estão inscritos alguns pilotos da Fórmula E, que tem o objetivo de angariar fundos para a UNICEF.

Parece que, mesmo com uma competição saudável entre os participantes, existem elementos que decidem fazer batota. Foi o caso de Daniel Abt, um piloto oficial da Audi na Fórmula E desde 2014, que pediu a um piloto virtual profissional para correr em seu nome. Uma vez que a sua prestação no final da corrida foi superior ao habitual, os organizadores decidiram procurar o endereço de IP usado na prova e descobriram a fraude.

Quando foi confrontado, o piloto confirmou a acusação e pediu desculpa dizendo, entre palavras, que não conseguia encarar o evento como algo verdadeiramente sério. A verdade é que, apesar disso, a Audi não gostou da atitude com “falta de integridade, transparência e consistência” e decidiu rescindir o contrato profissional com Daniel Abt.

Deixe uma resposta

*