Evolução do Nissan GT-R Nismo traz mexidas no motor

Nissan GT-R Nismo View Gallery 20 photos

Edição especial traz uma nova cor e capot em fibra de carbono.

A primeira unidade do Nissan GT-R R35 foi produzida em Kaminokawa (no Japão) em dezembro de 2007. Ao longo dos anos, o desportivo continua a ser alvo de contínuas evoluções (com destaque para um significativo facelift em 2017), sobretudo o motor que começou V6 3.8 que na sua versão mais básica começou nos 485 cv e hoje vai nos 570 cv. Agora, a Nissan revelou o “ano modelo” 2021 do GT-R Nismo, que deverá ser lançado mais perto do final do ano mantendo-se nos 600 cv.

A principal novidade desta versão de topo do “Godzilla” vem sob a forma de uma edição especial que traz uma nova cor exterior Stealth Grey (inspirada no asfalto), o capot em fibra de carbono (100 grama mais leve) e o novo logótipo da marca (que estreou no Ariya). Nota também para as jantes de 20 polegadas forjadas Rays com detalhes em vermelho e travões carbocerâmicos da Brembo com discos de 410 mm à frente e 390 mm atrás. Há ainda uma placa em alumínio assinada no motor na mesma cor desta edição.

Por falar em motor, o VR38DETT foi alvo de algumas modificações visando melhorar a capacidade de resposta. Para o efeito, foram incluídos novos anéis dos pistões, nas bielas, na cambota e no comando de válvulas, possibilitando rotações mais rápidas e uma resposta mais lesta do turbo.

Deixe uma resposta

*