Renovados BMW X3/X4 M Competition trazem mais binário

BMW X3 Competition LCI e X4 Competition LCI

LCI das versões convencionais da dupla de SUV beneficia de uma opção “mild hybrid” de 48V.

A BMW renovou de forma significativa as gamas dos SUV X3 e X4, que estarão disponíveis a partir de setembro. A dupla de versões de topo M Competition foi alvo de mexidas no motor 3.0 de seis cilindros biturbo a gasolina. Apesar de potência se manter nos 510 cv, o binário cresceu 50 Nm, passando agora para um total de 650 Nm disponível entre as 2750 e as 5500 rpm. Isto foi possível graças à utilização de uma cabeça dos cilindros modificada e de uma nova cambota mais leve – semelhante à da dupla M3/M4. Ambos os SUV conseguem acelerar de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos e atingir uma velocidade máxima limitada eletronicamente de 250 km/h (ou 285 km/h com o M Driver’s Package opcional). O X3 M Competition anuncia uma média de consumos de 11–10,8 l/100 km e 251–241 g/km de emissões de CO2 (WLTP). Já o BMW X4 M Competition anuncia 10,8–10,7 l/100 km e 247–243 g/km (WLTP). Ambos surgem associados a uma caixa automática de oito velocidades com vectorização de binário e munidos de um sistema de tração integral xDrive de base RWD. Neste LCI a dupla de SUV “espigados” surge equipada de fábrica com uma suspensão adaptativa M Sport com amortecimento controlado eletronicamente, direção M Servotronic e um novo modo M Dynamics Mode, a pensar nas manobras de drift em pista. Os modelos “performance” contam de série com jantes de 21 polegadas e travões carbocerâmicos M. Segundo a marca alemã, as novas jantes forjadas possibilitaram um “emagrecimento” de 2 kg por roda. Estes M Competition seguem as mesmas alterações operadas na restante gama X3/X4, diferenciando-se pelo formato da grelha cuja moldura tem acabamento em preto brilhante, barra em preto onde surge colocada a câmara dianteira, além de contemplar faróis adaptativos em LED de série (com opção de luzes laser), entradas de ar específicas dispostas na vertical com molduras pretas, um novo spoiler traseiro, avental traseiro reconfigurado e dupla ponteira de escape em preto cromado. Por dentro, os X3/X4 M Competition trazem bancos desportivos com logo iluminado, revestimentos em couro Merino, consola central revestida a Alcantara, cintos M, volante M, comandos similares ao M3/M4, além do sistema BMW Live Cockpit Professional que contempla dois ecrãs de 12,3 polegadas, a que se junta um sistema de som surround Harman Kardon de série. Pela primeira vez, os M Competition incluem em opção o sistema Driving Assistant Professional, que inclui o cruise control ativo e o assistente de estacionamento.

A renovação contempla também as versões convencionais do X3/X4, que beneficia de uma grelha maior, faróis full LED de série mais afilados, uma nova barra em preto, além de farolins com nova assinatura. Os dois modelos trazem as versões sDrive 30i (apenas disponível no X3), xDrive30i (ambos com 248 cv debitados de um motor 2.0 de quatro cilindros turbo a gasolina) e M40i (com um motor 3.0 de seis cilindros turbo com 382 cv e 500 Nm associado a um sistema “mild hybrid” de 48V que disponibiliza mais 11 cv em “overboost”, que permite desligar o motor abaixo dos 15 km/h e andar “à bolina” entre 25 e 160 km/h). Esta versão mais potente (que se diferencia pela grelha M, espelhos M e ponteiras de escape específicas) permite 0-100 km/h em 4,4 segundos. A caixa automática de oito relações é a única opção disponível e o sistema xDrive é mais leve e possibilita consumos mais eficientes. Por dentro, o X3 e o X4 herdam as mudanças já operadas no Série 3 e Série 4, com destaque para o ecrã central maior. A versão base do X3 recebe um painel de instrumentos mais pequeno de 5,1 polegadas (quando era de 5,7”). Em opção, é possível escolher jantes de 19 polegadas, mais aerodinâmicas e que possuem inserções em plástico amovíveis.

Deixe uma resposta

*