Mazda inicia ofensiva SUV com CX-50

Mazda CX-50

Modelo destinado à América do Norte foi desenvolvido em conjunto com a Toyota.

A Mazda apresentou o novo CX-50, um SUV produzido e destinado para o mercado americano e canadiano. Este modelo, que fará a sua estreia ao público na próxima semana no Salão de Los Angeles, nos EUA, foi desenvolvido em conjunto com a Toyota e tem a particularidade de exibir um visual mais moderno, desportivo e “radical”.

Na dianteira, destacam-se os faróis em LED mais “rasgados” que se fundem com a grelha menos volumosa, mas com um padrão decorativo em preto que lhe confere um aspeto mais agressivo. Realce ainda para as novas entradas de ar verticais nos para-choques e para as proteções em alumínio da parte inferior da carroçaria. A silhueta deste SUV é de um modelo de formato coupé, embora com uma distância entre eixos que procura beneficiar o espaço interior. Os espelhos retrovisores estão posicionados nos painéis das portas e os arcos das rodas têm proteções quadradas. Atrás, o elemento mais chamativo é a nova assinatura luminosa. Por dentro, a configuração é orientada para o condutor, pontificando um ambiente mais limpo e moderno, com a estreia de um painel de instrumentos digital e um novo ecrã tátil para o sistema de infotainment. Este novo SUV CX-50 será produzido a partir de janeiro na fábrica da Toyota em Huntsville, no Alabama (EUA). Estará disponível com o motor 2.5 Skyactiv-G de quatro cilindros a gasolina, numa versão atmosférica de 189 cv e outra turbo de 252 cv, ambos com caixa automática de seis velocidades e equipados com o sistema de tração integral i-Activ. Futuramente terá opções eletrificadas e uma versão “full hybrid”.

O CX-50 posiciona-se na gama entre os nossos conhecidos CX-30 e CX-5. Mas a marca de Hiroshima encontra-se em plena ofensiva de novos SUV. Para a Europa estão prometidos o CX-60 e o CX-80, que contarão com versões híbridas plug-in. Além destes, existirão outros modelos que não virão para a Europa, o CX-70 e CX-90, que contarão com motores de seis cilindros.

Deixe uma resposta

*