Toyota/Lexus anunciam 17 modelos elétricos

Alinhamento elétrico Toyota/Lexus

Da nova “ofensiva” faz parte um sucessor do Lexus LFA e um crossover do segmento B da Toyota para a Europa. Além disso, a Lexus tornar-se-á num emblema dedicado a modelos “zero emissões”.

A Toyota e a Lexus aprofundaram (e de que maneira) a sua próxima gama de modelos elétricos, ao revelarem 17 modelos em simultâneo. Deste alinhamento de novos produtos que evoluirão a partir da plataforma e-TNGA já era conhecido o SUV bZ4X, mas contempla ainda um pequeno crossover urbano da marca Toyota para a Europa e um superdesportivo de formato coupé da Lexus, que será um sucessor espiritual do LFA. O objetivo do grupo Toyota é ter à venda 30 modelos 100% elétricos até 2030. Até essa data o objetivo é vender 3,5 milhões de carros “zero emissões”, incluindo 1 milhão de modelos da marca Lexus, que se tornará num emblema dedicado em exclusivo a carros elétricos na Europa, na China e nos EUA.

Acerca das novidades elétricas da Toyota, o destaque vai para um crossover do segmento B, de dimensões aproximadas às do Yaris Cross. Esta aposta especialmente dedicada ao mercado europeu promete um consumo médio de 12,5 kWh/100 km. Outra aposta confirmada é a de um SUV compacto do segmento C. Este modelo terá um aspeto alinhado com o C-HR e posicionar-se-á abaixo do bZ4X. Acima de todos estes lançamentos estará um SUV de sete lugares, que não está confirmado para a Europa. A Toyota não se ficou por aqui e mostrou ainda as versões elétricas da pick-up Tundra e de uma reinterpretação do “radical” FJ Cruiser – dupla que deverá ter como alvo principal o mercado norte-americano. Na imagem surge ainda um coupé em tons dourados com um tejadilho tipo Targa sobre o qual não foram adiantas mais informações – embora se suspeite que possa apontar para um sucessor do MR2.

Do lado da Lexus há várias surpresas, incluindo uma imagem do SUV elétrico RZ, que deverá ser uma continuação do RX. Contudo, a cereja no topo do bolo é mesmo um supercarro que deverá ser um sucessor espiritual do LFA. A marca japonesa vai dizendo que este potencial concorrente do Tesla Roadster terá baterias sólidas, 700 km de autonomia e será capaz de fazer os 0-100 km/h em pouco mais de 2 segundos.

A Toyota/Lexus aumentou o investimento no desenvolvimento de baterias de 3,9 mil milhões para 15,5 mil milhões de euros. O objetivo do grupo japonês é atingir a neutralidade carbónica até 2035.

Deixe uma resposta

*