Denza virá para a Europa com Z9 GT com perto de 1000 cv

Denza Z9 GT

Proposta premium com 5,18 metros de comprimento terá uma versão híbrida plug-in e outra 100% elétrica.

Apesar das sanções impostas pela União Europeia, a chinesa BYD parece não se ter assustado e vai introduzir a marca Denza na Europa em meados do próximo ano. O emblema resulta de uma joint-venture entre a BYD e a Mercedes-Benz formada em 2010, mas em 2022 a BYD passou a deter 90% das ações e assumiu aspirações upmarket. Desde essa altura que o objetivo é ter um posicionamento global, com produtos premium para concorrerem, alegadamente, com propostas da Audi e da BMW. O primeiro mercado para onde haverá esta expansão da marca sediada em Shenzhen será Hong Kong. Para o efeito, será alvo de um investimento significativo, estando nesta altura a decorrer negociações com potenciais concessionários para a introdução na Europa, segundo garantiu à Autocar o responsável de produto da BYD em solo europeu, Yi Sun.

Atualmente, na China, a Denza tem uma gama formada por três modelos: os SUV N7 e N8 e o monovolume D9 – todos com opções de motor híbrido plug-in e elétrico. Contudo, o primeiro modelo europeu da Denza será o Z9 GT, um modelo de formato entre uma shooting brake e um fastback que foi revelado em abril do Salão de Pequim. Este modelo, tido com a referência tecnológica da gama, tem 5,18 metros de comprimento, 2 m de largura e 1,5 m de altura, com uma distância entre eixos de 3,12 m. Entre os concorrentes estarão o BMW Série 7/i7, Mercedes-Benz Classe S/EQS ou o Tesla Model S. Na sua versão de topo, a elétrica, o Z9 GT contará com uma configuração de três motores (um à frente e dois atrás) a debitar 965 cv e 1355 Nm, anunciando 0-100 km/h em 2,9 segundos e uma velocidade máxima de 240 km/h. A versão PHEV terá um motor 2.0 a gasolina a operar em conjunto com três motores elétricos e com uma bateria de 38,51 kWh. Esta versão terá 858 cv e até 230 km/h de velocidade máxima, com um modo elétrico até 161 km (WLTP). Entre o equipamento, destaque para o radar LiDAR de última geração, bancos dianteiros “gravidade zero” e um mini-bar, além de bancos traseiros ventilados e com função de massagem.

A Autocar avança ainda que a Denza quer incluir nas apostas para a Europa o “off-roader” Fangchengbao Bao 5. Do lote farão parte também o D9, seguido do N7. Nesse sentido, Sun diz que a BYD está a aumentar a verba de pesquisa e desenvolvimento de modo a equipar melhor os modelos ao gosto dos clientes do Velho Continente.

Deixe um comentário

*