Novo Kuga é o primeiro plug-in da Ford

Ford Kuga View Gallery 10 photos

Com mais espaço e tecnologia a bordo e um design alinhado com o Focus, a nova geração do SUV chega no início de 2020.

A Ford estreou hoje o novo Kuga no evento anual Go Further. A terceira geração do SUV compacto chega no arranque do próximo ano. Feito com base numa nova plataforma, o novo Kuga traz uma estética mais emocional face ao antecessor, alinhada com o novo Focus (com o qual partilha a sua plataforma C2). O capot está mais baixo e o pilar A mais inclinado. A grelha dianteira tem um formato trapezoidal e dependendo da versão é possível encomendar soleiras, cavas das rodas, para-choques e ponteiras de escape com estilo diferente. Nas imagens é possível ver o nível de acabamento ST Line X, mais desportivo, que será complementado pelos Titanium e Vignale. A nova base permite que esta geração tenha uma rigidez torcional 10% superior, sendo ainda 90 kg mais leve face ao anterior. Com 4,62 metros, o novo Kuga tem mais 60 mm de comprimento, mais 17 mm de largura, mais 20 mm de distância entre eixos e menos 20 mm de altura – o que lhe confere proporções mais dinâmicas. O aumento geral das dimensões reflete-se num crescimento das quotas de habitabilidade, em especial nos lugares posteriores – onde além de manter os bancos de ajuste longitudinal é possível encontrar mais 53 mm de espaço para pernas. À frente há mais 43 mm ao nível dos ombros e mais 57 mm ao nível da cintura. O rebatimento na proporção 70/30 é de série.

A gama será composta por versões Diesel, gasolina, “mild hybrid” (ou micro híbrido) e híbrido plug-in (uma estreia na Ford). Esta versão PHEV é feita com base num motor 2.5 de quatro cilindros a gasolina de ciclo Atkinson a funcionar em conjunto com um motor/alternador elétrico, para um débito total de 225 cv. Tem baterias de iões de lítio com 10.3 kWh de capacidade, que permitem oferecer uma autonomia elétrica até 50 km e um anunciando um consumo médio de 1,2 l/100 km. Durante o próximo ano estará disponível um híbrido convencional (sem carregar na tomada) baseado no mesmo motor térmico e com bateria de iões de lítio mais pequena. Estará disponível em versões de tração dianteira ou integral com consumos desde 5,6 l/100 km. O terceiro Kuga “eletrificado” será feito com outro “mild hybrid”, com tecnologia de 48V, mas com recurso ao bloco 2.0 Ecoblue Diesel de 150 cv. Anuncia consumos de 5 l/100 km e emissões de CO2 de 132 g/km. Existirão ainda versões Diesel convencionais Ecoblue 2.0 de 180 cv e 1.5 de 120 cv. A oferta a gasolina será composta pelo 1.5 Ecoboost de 150 cv – o primeiro motor tricilíndrico com sistema de desativação de cilindros -, que disporá da nova caixa automática de oito velocidades e modos de condução Normal, Eco, Sport e específica para superfícies com menos aderência).

O novo Kuga conta com uma panóplia de sistema de assistância à condução, denominados por Co-Pilot360. Incluem o cruise control com função stop&go, manutenção na faixa de rodagem, alertas de trânsito cruzado traseiro e de ângulo morto, assistente ao estacionamento e na direção e reconhecimento de sinais de trânsito. Entre os opcionais, destaque para o HUD projetado num ecrã de policarbonato, carregamento do smartphone por indução e bola de reboque escamoteável eletricamente. Entre a nova tecnologia, destaque para o FordPass Connect, que permite que até 10 aparelhos tenham acesso Wi-Fi. O interior promete também melhor cuidado nos materiais e nos acabamentos.

Deixe uma resposta

*