Ford Mustang Boss 429 de Paul Walker pode ser seu

Ford Mustang Boss 429 View Gallery 15 photos

Um raro exemplar de origem do Fastback equipado com motor V8 7.0, que pertenceu à coleção particular do ator, vai agora a leilão.

O exemplar que vê nas imagens pertenceu à coleção particular do ator Paul Walker – que morreu aos 40 anos, vítima de um acidente de carro, em 2013 -, um dos protagonistas da saga de filmes “Fast and Furious”, na qual desempenhou o papel do detetive Brian O’Conner. Os herdeiros de Walker estão agora a desfazer-se de alguns dos modelos da sua vasta coleção particular. Em janeiro foram leiloados 21 modelos que renderam mais de 19 milhões de euros. O próximo da lista será um dos 1359 exemplares produzidos entre 1969 e 1970 do Mustang Boss 429 – uma das versões mais raras e apreciadas pelos aficionados da primeira geração do “pony car”, que deu que falar sobretudo pelo motor que trazia debaixo do capot: um V8 7.0 com 375 cv e 598 Nm – o mesmo motor dos modelos que corriam na altura no Nascar -, acoplado a uma caixa manual de quatro velocidades. Este bloco tinha câmaras de combustão de formato hemisférico, ao estilo dos motores Hemi da Dodge. O novo motor é de tal maneira grande que obrigou a reposicionar a bateria na bagageira. O novo motor surge ainda com cabeças dos cilindros em alumínio, uma novidade em “muscle cars” na década de 1960, um carburador de quatro cilindros montado num coletor de admissão em alumínio, inspirado nos modelos de Nascar, e no eixo traseiro um diferencial Trac-Lok.

Esta versão do desportivo de tração traseira tem um chassis preparado pela Kar Kraft (a mesma responsável pelo programa de desenvolvimento dos GT40 de competição), com uma suspensão com afinação de competição. A juntar a isso, o Mustang Boss 429 vinha equipado com barras estabilizadoras mais resistentes em ambos os eixos. Os travões foram também reconfigurados, assim como a direção, de forma a favorecer uma resposta mais direta.

A unidade a leiloar, número 1775 a ser fabricada, está em excelente estado de conservação, contando com a chapa, motor e caixa de relações curtas de origem. Vem pintada em preto, tem uma entrada de ar funcional no capot e conta com cavas das rodas alargadas, o que lhe permitiu encaixar jantes de 15 polegadas da Magnum. Os pneus da Goodyear ainda são os de origem. O interior não sofreu nenhuma alteração. O tablier tem um acabamento em madeira e o volante é de três raios.

Com 23.456 km no odómetro, o modelo vai ser leiloado pela mão da Mecum Auctions num evento previsto realizar-se entre 23 e 28 de junho, em Indianápolis (EUA). A base de licitação ainda não foi revelada, mas estima-se que o seu valor final poderá aproximar-se dos 300 mil euros.

Deixe uma resposta

*