Fórmula 1 poderá regressar a Portugal em setembro

Diretor desportivo da competição, Ross Brawn admite a forte possibilidade de uma corrida em Portimão.

A possibilidade do regresso da Fórmula 1 a Portugal é cada vez mais forte. Segundo o Autosport, as conversações entre a FPAK e o Autódromo Internacional do Algarve estão muito avançadas. O nome de Portugal (onde não se realiza uma corrida desde 1996) volta novamente à baila depois do cancelamento de três corridas na Ásia (Azerbaijão, Singapura e Japão), que obrigarão a incluir no calendário mais corridas em solo europeu. Mas há outros países que também têm sido falados para o efeito, nomeadamente Itália (Mugello e Ímola) e Alemanha (Hockenheim), segundo admite a Liberty Media – a empresa norte-americana dona da FOM (Formula One Management, grupo de empresas responsáveis pela promoção do mundial). Com a forte possibilidade de cancelamento das corridas nos EUA, México e Brasil, a possibilidade de uma corrida em Portimão ganha cada vez mais forma. Com o G.P. de Itália previsto de 4 a 6 de setembro, a corrida em solo luso poderá ser encaixada no calendário nos dois meses seguintes, para compor a segunda fase do calendário deste ano.

Em entrevista ao site oficial da F1, o diretor da competição Ross Brawn confirmou a forte possibilidade de Portugal poder vir a integrar o calendário. O jornal A Bola avança com uma data provável para o 26.º Grande Prémio de Portugal, 27 de setembro, e até admite a possibilidade da realização de uma segunda corrida na pista nacional, a 4 de outubro – repetindo as jornadas duplas que estão agendadas para a Áustria e para a Grã-Bretanha.

Deixe uma resposta

*