Novo Lexus IS traz estética mais arrojada

Lexus IS View Gallery 28 photos

Infelizmente, a berlina nipónica deixa de estar disponível na Europa.

O IS tem pouco mais de 20 anos de história na Lexus e uma das suas missões era conquistar os clientes europeus, que têm à sua disposição berlinas como o Mercedes-Benz Classe C, o Audi A4 e o BMW Série 3. Contudo, numa altura em que os SUV estão a ganhar cada vez mais terreno, a marca japonesa decidiu retirar o IS da Europa nesta quarta geração, alegadamente devido à escassez de procura – passando a estar disponível apenas nos EUA, Japão, Médio Oriente, alguns países da América do Sul, Oceânia e Ásia. Apesar de poder ser confundido como um restyling profundo à berlina lançada em 2013, o novo modelo apresenta fortes argumentos, exibindo agora linhas mais musculadas: a grelha cresceu e assume um aspeto mais tridimensional, há faróis redesenhados que passam a integrar luzes diurnas em LED e um capot com um novo formato. Na traseira, há também mudanças a assinalar, com farolins reconfigurados agora ligados entre si por uma tira luminosa a toda a largura. Há a acrescentar também novos aventais, novas jantes de 18 polegadas e saias laterais que contribuíram para que o novo modelo crescesse 30 mm, para um total de 4,71 metros de comprimento. Feito com base numa mesma plataforma, o IS está também 30 mm mais largo, com um total de 1,84 m. A distância entre eixos mantem-se nos 2,80 m. Contudo, há mudanças a assinalar ao nível do chassis, que foi totalmente redesenhado, nomeadamente a inclusão de reforços estruturais. A assinalar ainda o aumento de 5 mm de altura ao solo.

Por dentro, as mudanças não são profundas. O destaque principal vai para o novo ecrã tátil de 8 polegadas 76 mm mais próximo do condutor (com opção de 10,3 polegadas) para o sistema de infotainment que passa a ser compatível com os sistemas Apple Carplay e Android Auto, mas também com possibilidade de integração do sistema Amazon Alexa. É possível também destacar novos materiais e revestimentos, novas saídas de ventilação de formato circular, assim como sistemas de assistência à condução, sobretudo a inclusão do Safety System + que contempla o cruise control adaptativo, travagem de emergência e assistente de permanência na faixa. Realce igualmente para o sistema de som Mark Levinson com 17 altifalantes e 1800 watts de potência.

Contrariamente ao que vem sendo habitual na Lexus, o novo IS não foi apresentado com motores híbridos. No lançamento, mantem as opções a gasolina IS 300 com um 2.0 de quatro cilindros turbo de 244 cv acoplado a uma caixa automática de oito velocidades (com opção de tração integral) e o IS 350 com um motor V6 3.5 atmosférico de 315 cv (cuja versão de tração às quatro rodas dispõe de uma caixa automática de seis velocidades), disponível apenas na configuração F Sport (que dispõe de para-choques mais agressivos, grelha específica, spoiler traseiro, jantes de 19 polegadas, escape desportivo e difusor). Em opção existe um Dynamic Handling Package com inclui suspensão adaptativa variável, jantes forjadas de 19 polegadas com acabamento mate (4 kg mais leves), capas dos espelhos e spoiler em fibra de carbono. A versão F Sport conta por dentro com bancos aquecidos e ventilados, volante aquecido e punho da caixa em couro perfurado, assim como pedais em alumínio, soleiras em aço inoxidável e painéis das portas com revestimento especial.

O novo IS dispõe de uma suspensão modificada, que segundo a marca contribui para um comportamento mais desportivo.

Deixe uma resposta

*