Designers sonham com 911 elétrico do futuro

Porsche 411 View Gallery 22 photos

Estudo 411 é uma ousada reinterpretação do icónico desportivo, projetado para a condução autónoma e que promete alcançar 400 km/h.

A Porsche confirmou há poucos meses que haverá um 911 híbrido por ocasião da atualização da atual geração 992, em 2022. Mas nem isso tem travado os mais céticos de especular acerca da possibilidade de um dia mais tarde (quem sabe, já na próxima geração) venha a existir um 911 elétrico e apto a condução autónoma. A dupla de designers Hussain Almossawi e Marin Myftiu apresentou em colaboração com os italianos da NCS um conjunto de esboços de um hipotético 911 elétrico do futuro.

O “problema” é que este modelo apelidado de 411 pouco ao nada tem a ver com o 911 atual… o que pode fazer “torcer o nariz” dos mais puristas. O estudo remete, isso sim, sobretudo, para desportivos das décadas de 1950 e 1960. Ao bom estilo futurista, o estudo virtual surge com linhas assumidamente aerodinâmicas, apresentando os faróis formados por quatro anéis em LED nos arcos das rodas. Na dianteira há dois autênticos túneis a fazer o ar contornar a célula do passageiro. Na traseira, pontifica uma asa ajustável, um difusor concebido para aumentar a “downforce” e os farolins traseiros em LED que enquadram três grandes aberturas. A vista da traseira alongada é dominada pelos arcos das rodas sobredimensionados.

No interior, como seria de esperar, as linhas são minimalistas ao bom estilo alemão, num ambiente onde predomina o tom branco mate. Há um volante de formato retangular em branco com apontamentos elegantes em ouro rosa. Os bancos são feitos de uma peça única em branco. À vista, nem sinal de velocímetro ou de conta-rotações. Quando está escuro acende-se um conjunto de luzes que tornam o ambiente parecido com o do filme “Tron”. A dupla de designers projetou o carro a pensar num sistema 100% elétrico e num modelo dotado de condução autónoma, capaz de atingir 400 km/h de velocidade máxima.

Deixe uma resposta

*