Opel atualiza Crossland com nova frente de família

Opel Crossland Facelift View Gallery 13 photos

SUV traz nova tecnologia e um novo nível de equipamento de visual desportivo GS Line.

Poucas semanas depois de apresentar o novo Mokka, a Opel renovou o Grandland, o seu SUV do segmento C que tem lançamento previsto para o início de 2021. Agora sem o “X” na designação, o modelo nascido da colaboração com a PSA adota uma frente “Vizor” similar à do Mokka – com uma grelha a toda a largura. Na traseira foi adicionada uma zona em preto brilhante entre os farolins redesenhados. Outra das novidades é o novo nível de equipamento de “look” mais desportivo GS Line, que contempla jantes de 16 polegadas específicas, tejadilho em preto e contornos em vermelho. O pack GS Line+ permite adicionar jantes de 17 polegadas, bancos especiais mais ergonómicos para os ocupantes dos lugares da frente, faróis em LED (adaptativos à frente) e barras de tejadilho. Por dentro, o Crossland passa a dispor de bancos traseiros deslizantes, o que permite aumentar a volumetria da bagageira de 410 para 520 litros (ou 1255 com a segunda fila rebatida).

Neste facelift, o Crossland beneficia ainda de alterações ao nível do chassis, nomeadamente molas e amortecedores com nova afinação, que pretendem ajudar a melhorar o comportamento dinâmico, e uma direção programada para ser mais precisa.

Em termos de tecnologia, destaque para a integração do IntelliGrip, uma espécie de controlo de tração com vários modos de condução (normal, Snow, mud, sand e ESP off), acionável através de um comando rotativo. Entre os sistemas de ajuda à condução, destaque para o head-up display, aviso de colisão dianteira com deteção de peões, controlo de fadiga do condutor, aviso de ângulo morto, auxílio automático ao estacionamento, cruise control inteligente com leitura de sinais de trânsito e câmara de auxílio ao estacionamento com visão 180 graus. O ecrã central pode ter 8 polegadas em opção.

Os motores são os mesmos: um 1.2 de três cilindros atmosférico com 83 cv e caixa manual de cinco velocidades, 1.2 Turbo com 110 e 130 cv, ambos com caixa de seis (sendo que a versão mais potente tem opção de caixa automática de seis velocidades) e o Diesel 1.5 de quatro cilindros Turbo D com 110 cv manual e com 120 cv automático.

Deixe uma resposta

*