Bristol Cars vai regressar com motor V8 HEMI

Render do Bristol Buccaneer GT View Gallery 2 photos

Além da “remasterização” de modelos antigos, o plano inclui a produção de um novo grand tourer Buccaneer GT.

A Bristol Cars é uma marca britânica de carros luxo de fabrico artesanal fundada em 1945 e que desapareceu em 2020, devido a problemas financeiros que começaram em 2011 – altura em que abriu falência. Nessa altura, este fabricante de nicho nem tinha uma rede de concessionários, sendo que as vendas se concentravam num espaço único localizado em Londres. Apesar de pouco conhecida do grande público, a marca está a caminho de regressar pela mão do empresário ligado ao ramo imobiliário Jason Wharton, que acabou de comprar os direitos da marca e equipamento para produção.

Em entrevista à Autocar, o empreendedor britânico adiantou que prevê lançar já em 2021 versões “remasterizadas” do desportivo Fighter (uma espécie de resposta ao Dodge Viper – ver segunda imagem) que foi lançado originalmente em 2004 e do grand tourer 411 que data de 1969. Ambos têm a garantia de receber um novo motor HEMI V8 6.4 moderno de origem FCA e deverão começar a ser produzidos para o ano que vem. Esta opção não é de estranhar uma vez que alguns dos modelos originais da Bristol contavam debaixo do capot com blocos V8 da Chrysler. Wharton irá estabelecer o quartel-general da marca em Filton, que fica nos arredores da cidade-natal da marca, Bristol. Estas instalações funcionarão também como oficina de restauro de modelos clássicos do emblema britânico. O empresário está neste momento em processo de recrutamento de engenheiros e espera ter os primeiros protótipos dos Bristol “remasterizados” ainda este ano.

Caso tudo corra como o previsto, o novo grand tourer da Bristol chamar-se-á Buccaneer (na imagem principal um “render” publicado pela Autocar) e será lançado em meados desta década. Será um modelo feito com base numa plataforma fornecida por outro fabricante e terá quatro lugares.

Deixe uma resposta

*