Peterhansel vence Dakar pela 14ª vez

Stéphane Peterhansel View Gallery 2 photos

Aos comandos de um Mini, o veterano francês triunfou nos carros pela oitava vez.

Não é por acaso que Stéphane Peterhansel é apelidado de “senhor Dakar”. O piloto francês de 55 anos venceu o rali Dakar pela 14ª vez (a oitava na categoria dos automóveis, sendo que os restantes triunfos foram obtidos nas motos), que se disputou pelo segundo ano nas areias do deserto da Arábia Saudita. Ao volante de um Mini JCW da X-Raid, Peterhansel conseguiu assim alargar o número recorde de triunfos na competição de todo o terreno e tornar-se no primeiro piloto a vencer o Dakar em três continentes. “É sempre a mesma emoção… não existem vitórias fáceis no Dakar”, comentou o vencedor ao cabo de duas semanas de prova que terminou com a 12ª etapa com uma especial de 200 km a ligar Yanbu a Jeddah. Peterhansel, que venceu o seu primeiro Dakar há precisamente 30 anos (nas motos), assumiu o comando da prova desde a segunda etapa, mas terminou em primeiro num dos dias. Ainda assim, foi suficiente para ter ficado 14 minutos e 51 segundos à frente do segundo classificado, Nasser Al-Attiyah. O campeão da edição anterior, Carlos Sainz, apesar de ter vencido no derradeiro troço, terminou em terceiro da geral.

O último dia desta 43ª edição do Dakar fica marcado pela morte do piloto amador francês Pierre Cherpin, de 52 anos, que estava em coma induzido desde um acidente na sétima etapa da competição.

O argentino Kevin Benavides, da Honda, tornou-se no primeiro piloto sul-americano a vencer nas motos.

Deixe uma resposta

*