Renovado Mercedes-Benz CLS chega em julho

Mercedes-AMG CLS 53 View Gallery 33 photos

Facelift inclui edição limitada da versão de topo AMG CLS 53 com 435 cv.

A Mercedes-Benz começará a produzir o renovado CLS já em abril, sendo que chegará aos concessionários em julho. Após no ano passado ter beneficiado de novos motores, do novo sistema de infotainment MBUX e de novos sistemas de assistência à condução, agora é vez de uma renovação adicional da geração C257 do coupé de quatro portas contempla mudança algumas mudanças visuais e um novo motor Diesel e uma edição limitada AMG.

Por fora, a gama convencional do CLS beneficia de um novo para-choques dianteiro com entradas de ar maiores, filamentos laterais e um lábio cromado. O para-choques traseiro tem um difusor em preto e uma tira decorativa. É possível escolher entre dois novos tipos de jantes de 19 polegadas (com cinco ou dez raios). Todos os modelos equipados com o pack exterior Avantgarde ou AMG Line possui uma nova grelha do radiador com um padrão tridimensional formado por estrelas pontilhadas e uma tira em preto brilhante com inserção cromada e com a estrela da marca. Acrescenta ainda uma nova cor exterior azul metalizada. Por dentro, existem duas novas opções de frisos decorativos (em madeira de nogueira castanha e madeira cinzenta brilhante), mas também duas novas combinações para os bancos revestidos em couro (em cor cinza Neva/cinza Magma e castanho Sienna/preto). A principal mais evidente é, no entanto, o volante multifunções. Com o pack opcional Driver Assistance, o volante tem a capacidade de reconhecer a mão do condutor de modo a intervir com o sistema de condução semiautónoma, caso seja necessário. De série, o CLS inclui dois ecrãs de 10,25 polegadas (um para o painel de instrumentos e outro para o sistema de infotainment), havendo opção de uma dupla com 12,3”.

Entre as motorizações, existe uma novidade a assinalar: o novo motor 2.0 de quatro cilindros turbodiesel “mild hybrid” (OM 654 M) para a versão 300d 4Matic, com 265 cv e 550 Nm, que oferece 15 kW/20 cv em overboost graças à integração de um módulo híbrido de 48V, surgindo acoplado a uma caixa automática de nove velocidades. Este modelo é precisamente mais 20 cv mais potente que o antigo 300d e que anuncia uma média de consumos de 5,8-6,6 l/100 km (WLTP). As outras versões do CLS mantem-se: os Diesel 220d de 194 cv, o 400d 4Matic de 330 cv e o gasolina 450 4Matic de 367 cv.

No topo da gama permanece o CLS 53 4Matic+ de 435 cv e 520 Nm, que surge com um sistema “mild hybrid” a gasolina com base num motor 3.0 de seis cilindros a funcionar em conjunto com um módulo de 48V que possibilita um overboost de 16 kW/22 cv e 250 Nm. Anuncia 0-100 km/h em 4,5 segundos e uma velocidade máxima limitada de fábrica a 250 km/h. Esta variante com assinatura desportiva, agora equipada com um modo “Drift”, terá uma Limited Edition com apenas 300 unidades que será oferecida em branco Cashmere e cinza Selenite. Contará em específico com jantes de 20 polegadas AMG, AMG Night Package I e II, AMG Dynamic Plus, revestimentos em couro Nappa de dois tons (preto e cinzenta pérola), decorações AMG carbon, volante em couro Nappa e Dinamica com pespontos em vermelho, além do “lettering” AMG na consola central.

Deixe uma resposta

*