Mercedes-Benz estreia SUV elétrico de sete lugares EQB

Mercedes-Benz EQB View Gallery 27 photos

Modelo feito com base no GLB chega no fim do ano numa versão de 292 cv.

Depois do EQA e do EQS (mostrado há poucos dias), a Mercedes-Benz alargou a sua oferta de modelos elétricos com o novo EQB que está a estrear no Salão de Xangai, na China. O SUV compacto começará no ser lançado na China (numa versão produzida em Pequim), sendo que o modelo “europeu” (produzido em Kecskemet na Hungria) tem chegada prevista ao Velho Continente entre o final do ano e o arranque de 2022. O EQB tem 4684 mm de comprimento (5 cm a mais comparativamente com o GLB), 1834 mm de largura, 1667 mm de altura, 2829 mm de distância entre eixos e tem opção com três filas de bancos (que é de série na China) – embora a última fila seja adequada apenas para pessoas até 1,65 metros de altura (devido às limitações do espaço em altura). Na versão com cinco lugares, o EQB tem a bagageira a variar entre 495 litros (mais 75 que o GLB) e 1710 litros de capacidade. Já com sete lugares, a mala oscila entre 465 e 1629 litros. A segunda fila pode ser configurada, opcionalmente, com um banco ajustável longitudinalmente, que oscila até 140 mm e possibilita acrescentar até 190 litros de capacidade de carga.

Em termos de motores, ainda nada é oficial, mas o EQB deverá recorrer ao mesmo sistema utilizado no EQA 250, o que significa que será utilizada na versão base um motor dianteiro de 140 kW/190 cv. No topo está prevista uma variante EQB 350 4Matic com tração integral/dois motores a debitar 215 kW/288 cv (que estará disponível na China com o “kit” AMG Line). Esta versão 4×4 prevê 0-100 km/h em 6 segundos. Na calha está também uma versão “long range” (com maior autonomia). Os modelos europeus serão equipados com a bateria de 66,5 kWh posicionadas debaixo dos bancos posteriores e produzidas pela Deutsche Accumotive (pertencente à Mercedes-Benz) em Kamenz (Alemanha) e Jawor (Polónia), o que permitirá ao EQB 350 4Matic ter uma autonomia de 419 km (WLTP). Este EQB pode carregar a um máximo de 100 kW.

O EQB (um concorrente do Audi Q4 e-tron) difere do GLB pela grelha fechada em preto e pela assinatura luminosa específica, com luzes diurnas e farolins a serem formados por tiras em LED (tal como sucede com o EQA) e novos para-choques. O EQB surge com jantes específicas com até 20 polegadas, com opção de dois ou três tons (com detalhes em azul ou ouro rosa). O coeficiente aerodinâmico deste SUV elétrico é similar ao do modelo equipado com motor térmico, mantendo-se também as barras de tejadilho.

Por dentro, é difícil distinguir os dois modelos feitos a partir da mesma plataforma MFA. Destaque para o painel de instrumentos digital e para o sistema de infotainment MBUX com as evoluções mais recentes e menus próprios para um modelo “zero emissões”. Há novos elementos decorativos na cor ouro rosa nas saídas de ventilação, bancos e capa da chave, além de luz ambiente. O sistema de navegação faz parte do equipamento de fábrica, assim como a função Electric Intelligence (que permite simular as paragens para carregamento tendo em conta a autonomia existente, tendo em conta as condições atmosféricas e a topografia).

Deixe uma resposta

*