Ingleses convertem Citroën DS num carro elétrico

Citroën DS electric Electrogenic

Modelo convertido pela Electrogenic tem a caixa manual original e garante autonomia superior a 320 km.

A conversão de clássicos em modelos elétricos continua a proliferar. Agora é a vez dos ingleses da Electrogenic transformarem um Citroën DS de 1971 num modelo “zero emissões”. O trabalho passou sobretudo pela troca do motor original 2.0 de quatro cilindros de 90 cv por um motor elétrico de 122 cv e 235 cv. A enviar a potência para as rodas da frente continua a caixa manual original. A alimentar este sistema encontra-se uma bateria com 48,5 kWh de capacidade, que permite uma autonomia a ronda os 225 km. Em opção, a Electrogenic possibilita encaixar uma bateria maior que aumenta o alcance para cima dos 320 km. Esta conversão obrigou a uma adaptação da suspensão hidropneumática do icónico modelo francês, nomeadamente a substituição da bomba hidráulica mecânica por uma de acionamento elétrico. Com uma carga a um máximo de 29 kW, este DS elétrico consegue encher toda a bateria em cerca de 2 horas.

O aspeto exterior do DS ficou praticamente na mesma, excetuando o logo D EV e a ausência de ponteiras de escape. O bocal do depósito foi substituído pela tomada de carregamento. Para já ainda não se sabe quanto custa este “electromod”.

Sediada em Oxford, a Electrogenic é um especialista na conversão de elétricos, tendo já anteriormente realizado “electromod” do Triumph Stag e do Morgan 4/4.

Deixe uma resposta

*