Morgan 4/4 e Triumph Stag renascem com motor elétrico

Electrogenic converteu dupla de clássicos britânicos View Gallery 6 photos

Dupla de clássicos britânicos reconvertida pela Electrogenic traz um motor de 109 cv e até 241 km de autonomia.

Os britânicos da Electrogenic dedicam-se a transformar clássicos em carros elétricos, dando-lhe uma nova vida. Os exemplos mais recentes a receberem um kit de conversão modular foram o Morgan 4/4 de 1957 e o Triumph Stag de 1976. A empresa sediada em Kidlington (perto de Oxford) substitui o motor convencional e tudo o que lhe está associado por componentes elétricos. Caso o cliente deseje investir mais um pouco, a empresa pode restaurar parcialmente ou totalmente o carro.

O motor elétrico Hyper9 em causa de 80 kW/109 cv e 235 Nm – que no caso do Stag substitui o V8 3.0, aproveitando, no entanto, a caixa manual de quatro velocidades responsável por enviar potência para o eixo posterior. Graças à bateria de 37 kWh de capacidade, posicionada onde antes estava o depósito de combustível e o pneu suplente, é possível viajar até 241 km com uma carga completa com os dois clássicos britânicos. Os carros surgem equipados com uma tomada de tipo 2. A Electrogenic disponibiliza ainda uma opção com dois motores que permite aumentar o débito total de potência para 160 kW/218 cv.

O Morgan 4/4 foi lançado em 1936 e esteve em produção até 2019. Já o Triumph Stag é um sports tourer 2+2 que foi fabricado entre 1970 e 1978, com a pretensão de medir forças com o Mercedes-Benz SL, entre outros.

A Electrogenic já converteu em elétricos modelos como o VW Beetle ou o Rolls-Royce Silver Shadow.

Deixe uma resposta

*