Estilista de moda simplificou o Mini

Mini Strip

Criado com a ajuda de Paul Smith, Strip é um Mini Electric pensado de forma mais “sustentável” e crua.

O Mini Strip resulta da junção de esforços entre a marca britânica e o designer de moda Paul Smith. Feito com base no Mini Electric, este estudo com três portas é oposto do que este tipo de colaborações costumam ser, pois prima pela simplicidade em vez da opulência. Tal como o nome indica, o Strip prescinde de tudo o que é supérfluo, funcionando como uma espécie de “Superleggera”. Além disso, o foco deste modelo foi sobretudo a sustentabilidade.

O Mini Strip recebeu uma pintura com apenas uma camada de tinta, embora com tratamento antiferrugem. As molduras em preto em redor da grelha são feitas a partir de plástico reciclado e foram aparafusadas ao carro (aliás, os parafusos estão visíveis). Parte da grelha, o centro das rodas e o tejadilho panorâmico são feitos de Plexiglas reciclado impresso em 3D. O interior, igualmente “despido” de formalidades, possui riscas decorativas específicas e vários detalhes em azul. O painel de instrumentos foi substituído por uma superfície semitransparente com um acabamento semelhante ao dos vidros fumados. O ecrã central desapareceu e surge no seu lugar um espaço para que seja colocado o smartphone – que funciona como sistema de infotainment. O interior é revestido com recurso a materiais reciclados, nomeadamente os tapetes feitos de borracha reaproveitada e o topo do tablier e painéis das portas são feitos de cortiça reciclada.

O volante é revestido por uma fita, em vez do tradicional couro. O centro do volante é coberto de uma rede que deixa ver o airbag posicionado atrás. Essa mesma malha foi incluída na zona inferior dos painéis das portas. O chão não possui quase nenhuma cobertura assim como as molduras das janelas. Tratando-se de um exercício de estilo, o Mini Strip não passará à produção.

Deixe uma resposta

*