Próximo Nissan Micra poderá ser elétrico

Nissan Micra

Previsto para 2024, o novo utilitário poderá adotar a plataforma CMF-EV da aliança, tal como o próximo Renault 5.

A Nissan abriu a porta para a eletrificação total do próximo Micra. A marca nipónica acredita que, de modo a diferenciar-se da feroz competição do segmento em território europeu (onde constam nomes históricos como o Peugeot 208, Renault Clio ou o Ford Fiesta), a sexta geração do utilitário deve ser 100% elétrico. Recorde-se que o atual Micra vendeu menos de 40 mil unidades no Velho Continente em 2020.

Para o efeito, a Nissan está a contar com a ajuda da parceira de aliança Renault para ajudar no desenvolvimento e produção do novo Micra. Guillaume Cartier, o responsável máximo da marca japonesa na Europa, disse à Auto Express que apesar de os SUV/crossovers como o Juke, Qashqai, X-Trail, Ariya e o futuro substituto do Leaf serem a prioridade, o futuro do Micra é algo que continua em aberto. Uma coisa é certa: segundo este homem-forte da Nissan, o novo modelo de acesso à gama deve ser 100% elétrico. “Sabemos que os custos de produção dos carros elétricos vão baixar”, assegurou. Nesse aspeto, a marca nipónica tem a possibilidade de utilizar a plataforma CMF-EV que servirá de base ao novo Renault 5 e ao sucessor do Renault Zoe. Makoto Uchida, o CEO da Nissan, sublinhou também que não existe plano B além da aposta na eletrificação: “Os nossos concorrentes têm soluções diferentes, mas nós optámos pelo elétrico. Para nós, é uma mais-valia e queremos estar neste mercado”.

Independentemente da escolha do sistema propulsor, o novo Micra tem a sua continuidade garantida. O lançamento está previsto para 2024.

Deixe uma resposta

*