Renovado Mercedes-AMG GLE 63 S mantem motor V8

Mercedes-AMG GLE 63 S Coupé

No âmbito do facelift do SUV, a versão de topo continua disponível no formato convencional e coupé.

A Mercedes-AMG tem optado por um “downsizing” nalgumas das suas versões de topo, nomeadamente no C63 e no E63, que receberam o motor 2.0 de quatro cilindros M177. Contudo, o mesmo não aconteceu no renovado GLE 63 S que continua a contar com os préstimos de um V8 4.0 biturbo com os mesmos 612 cv. Esta versão de topo está disponível no formato convencional e coupé do SUV. Logo abaixo mantem-se a opção GLE 53 com um motor 3.0 de seis cilindros que continua com 435 cv. Contudo, a marca alemã promete melhorias do ponto de vista dinâmico e da experiência de condução face ao modelo lançado em 2018, por via de uma reprogramação do motor, de uma melhoria do sistema de tração integral 4Matic+, do diferencial de deslizamento limitado, do ESP e da suspensão. Em concreto no caso do GLE 53, temos não só uma reprogramação do motor, como também um turbo maior e um binário mais elevado de 560 Nm, que permite cumprir 0-100 km/h em 5 segundos (menos 0,3 seg. face ao antecessor). No novo carro também será possível escolher em opção o sistema antirolamento AMG Active Ride Control, que vem acompanhado de uma nova calibração da suspensão pneumática. As versões AMG do GLE beneficiam ainda do MBUX com realidade aumentada, faróis LED Multibeam, bancos dianteiros climatizados, além de interiores herdados do Classe S e uma nova grelha.

Na verdade, o facelift do GLE, que estará à venda em meados deste ano, traz uma gama totalmente híbrida. Visualmente, o principal destaque vai para a frente reconfigurada, com a inclusão de uma barra horizontal na grelha com quadrados cromados. As entradas de ar nos cantos recebem apontamentos cromados e os faróis e farolins recebem novos elementos no interior. Por dentro, há um novo volante com comandos táteis que permitem controlar ecrã e o painel de instrumentos, apontamentos cromados nas saídas de ventilação e em opção as Piano Black Flowing Lines até aqui exclusivas dos Maybach. Novo é também o Pack Off-Road Engineering para o GLE 580, que inclui mais 34 cm de altura ao solo e proteções adicionais na zona inferior da carroçaria. Precisamente no modo “off-road” existem mais dados mostrados no ecrã central. O novo SUV recebe também o Trailer Route Planner, para quem leva reboque.

O renovado GLE traz uma nova versão híbrida plug-in 400e 4Matic, que conjuga um motor 2.0 de quatro cilindros com um motor elétrico, debita um total de 381 cv. Esta versão, equipada com uma bateria de 23,3 kWh de capacidade, cuja autonomia ainda não foi divulgada, anuncia 0-100 km/h em 5,8 segundos. As restantes versões recebem um sistema “mild hybrid” de 48V.

Deixe uma resposta

*