Lotus terá motores da Volvo

A marca britânica continuará a utilizar propulsores da Toyota ainda durante algum tempo.

Depois de confirmar que fará um SUV nos próximos quatro anos, a Lotus abriu a porta à utilização de motores de origem Volvo. Recorde-se que a atual dona da Lotus é a chinesa Geely, a mesma empresa por detrás da Volvo. Em declarações à Autocar, o CEO da Lotus, Jean-Marc Gales, adianta no entanto que no futuro próximo a marca britânica continuará a recorrer aos propulsores da Toyota. Gales admite que “os desportivos ainda terão motores a combustão durante alguns anos, mas um híbrido convencional poderá resultar”. Ainda sobre esse tema, o homem forte da Lotus não fecha a porta à eletrificação: “é incrível a velocidade a que os motores elétricos e as baterias estão a ser desenvolvidos”.

A atual gama de motores a gasolina da Volvo inclui o 1.5 turbo de três cilindros e um 2.0 turbo de quatro cilindros, havendo variações híbridas plug-in de ambos. Além disso, as versões 100% elétricas desenvolvidas pela marca sueca (e já confirmadas para os Lynk & Co, outra marca do grupo) poderão vir a integrar o line-up da Lotus.

Deixe uma resposta

*