Sucessor do McLaren F1 chama-se Speedtail

O novo super-GT promete atingir 391 km/h de velocidade máxima, tornando-se o modelo mais rápido de sempre da marca britânica.

A McLaren já se decidiu pelo nome do seu novo super-GT. Até aqui conhecido pelo nome de código BP23, o sucessor espiritual do F1 chamar-se-á Speedtail. De acordo com a marca britânica, o novo modelo será capaz de atingir uma velocidade máxima de 391 km/h, tornando-se assim no seu modelo mais rápido de sempre. Para o efeito, contará com um sistema híbrido semelhante ao do P1. O novo modelo de referência do emblema de Woking fará parte da Ultimate Series, na qual já estão integrados o P1 e o Senna. Recorde-se que o F1 conseguiu manter o estatuto de carro de produção mais rápido do mundo durante mais de 20 anos, com um máximo de 386,4 km/h.

A McLaren vai produzir apenas 106 unidades do Speedtail, sendo que neste momento já todas têm dono. Aliás, o modelo já estava esgotado antes de ser anunciado oficialmente em novembro de 2016. O Speedtail será mostrado ao público ainda este ano. e contará com um sistema híbrido semelhante ao do P1.

O Speedtail promete ser o mais McLaren mais ousado de sempre, a começar pelo luxo a bordo. O objetivo é que o novo modelo de três lugares (com uma disposição igual à do F1 original) seja um rival à altura do Bugatti Chiron. Os vários sketches que foram sendo mostrados ao longo dos últimos meses mostram que terá linhas muito limpas e fluídas. No interior, contará com a aplicação de novos materiais e terá inúmeras hipóteses de personalização da Special Operations Division.

Deixe uma resposta

*