McLaren mostra F1 GTR “25R” restaurado

F1 GTR 25R ganhou uma "segunda vida" View Gallery 6 photos

O modelo originalmente produzido em 1997 demorou 18 meses a ser recuperado. É o primeiro a receber um certificado da divisão de personalização da marca britânica.

A McLaren apresentou um exemplar do raro do F1 GTR Longtail, com número de chassis “25R”, que demorou 18 meses a ser restaurado. O modelo recuperado em “mint condition”, recorrendo apenas a peças originais, é o primeiro carro a receber um certificado especial emitido pela MSO (McLaren Special Operations) – que será atribuído exclusivamente ao F1 (modelo que se limitou a 106 unidades, entre 64 da versão de estrada e 28 de corridas), atestando a sua proveniência, originalidade e condição geral.

Esta peça única conta com uma caixa afinada especialmente para Le Mans, onde correu em 1997, recebeu novos painéis da carroçaria e uma nova luz azul de identificação no tejadilho (feita com base numa asa de avião). Quem recorrer a este serviço terá ainda direito a um livro com a história da unidade específica, que no caso desta conhecida corrida de resistência foi conduzido por Ray Bellm, Andrew Gilbert-Scott, e Masanori Sekiya. Este “25R” saiu da competição em 2005, tendo a particularidade de ter sido o derradeiro F1 GTR a competir. Nessa altura foi vendido a colecionador japonês e só em 2016 mudou de mãos para o atual dono, um britânico, que aceitou participar neste programa de restauro do carro.

Deixe uma resposta

*