Porsche compra SIVA por 1 euro

SIVA

A SAG e a SIVA beneficiam de um perdão de quase 270 milhões de euros.

Após um ano de negociações, já há acordo para a Porsche comprar a SIVA (empresa de distribuição alemã, que integra o grupo Volkswagen) pelo valor simbólico de um euro. A SIVA será vendida aos alemães da Porsche Holding, que assim ficará responsável pela venda de carros da VW e de outras marcas deste grupo em Portugal.

A operação já foi aceite pelo BCP, CGD e Novo Banco, credores do grupo SAG (Soluções Automóvel Globais, empresa que tem como maior acionista o empresário João Pereira Coutinho) e da SIVA (a principal empresa do grupo). A banca terá aceite perdoar uma dívida de quase 270 milhões de euros.

A SAG lançou uma OPA sobre o seu próprio capital, disperso por pequenos acionistas, de modo a que estes pequenos investidores saiam da empresa. As receitas geradas nos próximos anos pela nova SAG serão canalizadas para reembolsar dívida, sem remuneração acionista.

Em comunicado, a venda dos ativos do universo automóvel de João Pereira Coutinho está dependente da aprovação incondicional da Comissão Europeia; os planos de revitalização da SAG e da SIVA, que foram apresentados em separado, terão de ter homologação judicial, transitada em julgado; o registo final e definitivo das fusões por incorporação da Autoimpor na LGA e desta na SAG; a conclusão da OPA para a aquisição de todas as ações da SAG não detidas por João Pereira Coutinho. Caso a OPA tenha êxito, a SAG irá perder a qualidade de sociedade aberta; após a perda de qualidade de sociedade aberta, e se for aplicável, o lançamento e conclusão do processo com vista à aquisição potestativa de todas as ações da SAG não detidas pela IAMC – Investment and Assets Management Consulting Lda. (anteriormente denominada SGC – SGPS) e as sociedades por ela controladas.

Caso este negócio se concretize, a SAG vende à Porsche nove sociedades, entre as quais se destacam as concessionárias Loures Automóveis, Rolporto, Rolvia, Soauto e respetiva holding assim como a atividade financeira da SIVA e a atividade de importação e distribuição de automóveis. Além da continuação da atividade das subsidiárias operacionais este acordo permitirá manter mais de 650 postos de trabalho diretos.

Deixe uma resposta

*