Mercedes antecipa tecnologias de segurança do futuro

Mercedes Experimental Safety Vehicle View Gallery 13 photos

Protótipo semiautónomo Experimental Safety Vehicle é feito com base no GLE.

A Mercedes-Benz revelou um novo protótipo de seu nome Experimental Safety Vehicle (ESV), que fará a sua estreia oficial na convenção ESV e no Salão de Frankfurt, em setembro. Feito com base numa versão híbrida plug-in do GLE mais recente, este concept é uma montra com mais de uma dezena de tecnologias de segurança que em breve serão introduzidas em modelos de série da marca alemã. Este modelo tem um volante e pedais retráteis quando é acionado o modo de condução autónoma, de forma a reduzir o risco de lesões. Este volante retrátil permitiu à Mercedes-Benz instalar o airbag do condutor no tablier.

O ESV concept conta com várias tecnologias de segurança específicas para crianças, nomeadamente o sistema Pre-Safe Child que envolve um cinto de segurança preventivamente esticado e elementos de proteção em caso de impacto instalados lateralmente que se estendem de forma automática antes de uma colisão. Este sistema permite ainda monitorizar a instalação das cadeirinhas e avaliar os sinais vitais da criança. Há também um sistema Active Brake Assist mais avançado capaz de detetar peões e ciclistas em curva, que se movimentem na mesma direção do carro. Caso o carro reconheça o perigo de impacto, o condutor recebe um aviso visual e sonoro. Se não houver reação da parte de quem segue ao volante é acionada uma travagem autónoma. A marca alemã melhorou também o sistema de segurança de trânsito cruzado, que agora previne o carro de atingir ciclistas em ângulo morto, por exemplo, através de uma travagem autónoma.

Este protótipo foi concebido de forma a garantir que todos à volta do carro estão seguros. Para o efeito inclui uma grelha dianteira com um ecrã que informa os peões das intensões do condutor ou outros condutores de um potencial incidente na via. A juntar a isso, a Mercedes criou um pequeno robot que sai da traseira do carro depois de um acidente para se posicionar como “triângulo de segurança”. Adicionalmente, há outro sinal de triângulo que emerge do tejadilho e os vidros traseiros também funcionam como ecrãs de comunicação com o exterior.

Deixe uma resposta

*