Primeiro carro turco é um SUV elétrico

TOGG C-SUV View Gallery 17 photos

Modelo da TOGG foi desenhado pela Pininfarina e anuncia mais de 500 km de autonomia.

Há uma nova marca de automóveis, a TOGG. O novo emblema vem da Turquia e foi o próprio presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, a revelar ontem os primeiros protótipos de um SUV e de uma berlina que serão produzidos por um consórcio de cinco empresas turcas chamado TOGG (Türkiye’nin Otomobili Girişim Grubu) ou Automobile Initiative Group of Turkey, com o apoio do Ministério da Indústria e da Tecnologia da Turquia. A título simbólico, Erdogan fez questão de reservar um exemplar de cada um dos modelos que chegarão ao mercado em 2022. Segundo a imprensa local, os novos modelos serão desenhados pelos italianos da Pininfarina, conhecidos por assinarem modelos da Ferrari, por exemplo. Os novos modelos, conhecidos para já pelos nomes C-SUV e C-Sedan, serão produzidos numa nova fábrica que aproveitará as instalações de uma antiga base militar localizada em Bursa. A fábrica que deverá estar concluída daqui a dois anos deverá empregar 4300 pessoas, estando prevista a produção de até 175 mil carros por ano. O responsável máximo da TOGG, Gurcan Karakas (antigo membro da administração da Bosch), diz que o plano prevê a produção de cinco modelos (com base numa nova plataforma) num espaço de 15 anos. O projeto envolve um investimento superior a 20 biliões de liras turcas o equivalente a 3 mil milhões de euros. Neste projeto está ainda envolvido o brasileiro Sérgio Rocha, antigo diretor da GM na Coreia do Sul, que assumirá o papel de responsável operacional.

O primeiro carro da TOGG, que será desenhado, desenvolvido e produzido na Turquia, será o C-SUV. O novo modelo elétrico compacto conta com faróis dianteiros e farolins em LED, dois motores elétricos (um por eixo) e baterias de iões de lítio colocada no piso do carro. Existirão duas opções de baterias que garantirão mais de 300 km (WLTP) na versão base e mais de 500 km na versão de topo. Com um total de 400 cv, anuncia 0-100 km/h em 4,8 segundos. Nesta apresentação, a TOGG compromete-se que o C-SUV terá a maior distância entre eixos e espaço para pernas nos lugares traseiros do seu segmento. Os taxistas de Istambul já manifestaram o interesse em comprar 17 mil unidades deste carro. Além disso, o governo turco também prometeu comprar 30 mil carros elétricos da nova marca doméstica até 2035. Além da versão de tração integral, está prevista uma versão de tração traseira com cerca de 200 cv e capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos. O valor provisório é de carregar 80% das baterias em meia hora numa tomada de 150 kW. As baterias terão oito anos de garantia.

O desenho do carro foi inspirado na cultura anatólia, em especial na tulipa. Os designers criaram uma grelha e jantes inspirados em flores de modo a criar uma ligação com a Turquia. No interior, o SUV elétrico da TOGG contará com um painel de instrumentos digital e um sistema de infotainment de última geração, com um ecrã específico para o passageiro. Haverá vários ecrãs táteis, incluindo um para operar a climatização. O habitáculo assume um estilo de cockpit e há o mínimo de botões possível. Na dianteira tem uma suspensão de estilo MacPherson e multibraços no eixo posterior. Em termos de tecnologia, destaque para o sistema de condução autónoma de nível 2 – sendo possível, graças à flexibilidade da plataforma, passar para nível 3 -, atualizações de software “over the air” e wireless 5G, a que se junta um assistente pessoal holográfico tridimensional.

Esta não foi a primeira tentativa de criar uma marca de automóveis turca. Na década de 1960, um grupo de engenheiros turcos construíram protótipo de um carro chamado Devrim (que se pode traduzir livremente como “Revolução”). Contudo, esse projeto não chegou a materializar-se. A Turquia tem atualmente fábricas de várias marcas estrangeiras, incluindo da Ford, Fiat, Honda, Hyundai e Toyota.

Deixe uma resposta

*