Bentley Mulliner e V8 6.75 despedem-se em grande

Bentley Mulsanne 6.75 Edition View Gallery 13 photos

Berlina de topo e histórico motor com 61 anos saem de cena numa edição limitada.

A Bentley anunciou o fim da produção da berlina com 5,76 metros de comprimento Mulliner para esta primavera. Além do atual topo de gama da marca britânica originalmente lançada em 2010 cai também o motor V8 6.75 biturbo, que começou por ser utilizado no Bentley S2 em 1959. Em honra a esse legado, a Bentley decidiu lançar uma edição limitada a 30 unidades desenvolvida pela divisão de personalização da marca de Crewe. Esta 6.75 Edition é feita com base no Mulsanne Speed de 537 cv e 1100 Nm, adotando detalhes exclusivos. Destaque para os bancos com pespontos especiais, logótipos específicos por dentro e por fora e o “lettering” “6.75” projetado em LED no solo quando as portas são abertas. Nota também para as jantes de 21 polegadas e cinco raios e para o acabamento específico do ornamento “Flying B” na frente do carro. O V8 é assinado não pelo engenheiro que construiu o motor, mas pelo próprio CEO da Bentley, Adrian Hallmark. Este Mulsanne especial está disponível em quatro cores (Imperial Blue, Beluga, Fireglow e Newmarket Tan) e o interior possui novos detalhes cromados.

O responsável de vendas e de marketing da Bentley, Chris Craft, diz que não haverá substituto direto para o Mulliner. Para já, o topo de gama passará a ser o Flying Spur, cuja versão híbrida está prevista para 2023.

Deixe uma resposta

*