Startup traz linha de produção de Henry Ford para a atualidade

Arculus View Gallery 2 photos

Empresa alemã criada por um antigo engenheiro da Porsche promete revolucionar a indústria.

No início do século XX, Henry Ford introduziu uma nova abordagem no fabrico de automóveis com a criação da linha de montagem. Eis que agora, volvidos cerca de cem anos, um antigo engenheiro da Porsche chamado Fabian Rusitschka pretende voltar a revolucionar os métodos de produção. Para tal, o alemão decidiu fundar uma start-up intitulada Arculus e tem procurado mostrar o potencial da sua ideia aos grandes construtores.

A idealização de Rusitschka consiste num sistema em que os componentes se movimentam dentro da fábrica graças a robôs autónomos pré-programados. Segundo o engenheiro, este método permitirá uma produção bidimensional na qual poderão ser anuladas ou alteradas certas etapas na construção de um veículo. Isto possibilitará uma flexibilização e capacidade de resposta superior que tornará o fabrico mais eficaz.

Este sistema do alemão captou a atenção da Audi, que já está a implementar mudanças em alguns aspetos da pré-produção. Para além disso, a própria Arculus recebeu um estímulo por parte de investidores na ordem dos 16 milhões de euros. Segundo refere Fabian Rusitschka “ninguém sabe o que o futuro reserva e um dos maiores trunfos deste sistema de produção é precisamente a capacidade de adaptação inerente”.

Deixe uma resposta

*