Ineos Grenadier é o todo o terreno para puristas

Ineos Grenadier View Gallery 9 photos

Modelo inspirado no Land Rover Defender chega em 2021 com componentes feitos numa nova fábrica em Estarreja.

Estas são as primeiras imagens do novo Grenadier, um jipe 4×4 inspirado no Land Rover Defender original, lançado em 1948. Apesar de revivalista, o modelo de todo o terreno foi criado no âmbito de uma nova marca formada há dois anos, a Ineos Automotive – inserida no grupo liderado por Sir Jim Ratcliffe, que se notabilizou na área dos produtos petroquímicos. O Grenadier (nome retirado do pub situado em Belgravia, Londres, onde Ratcliffe teve a ideia de fazer o carro) conta com novos componentes, tecnologia moderna (a começar pelo motor), com o objetivo de refinar o conceito original. Com dimensões similares às de um Mercedes-Benz Classe G, o novo Grenadier contará com motores de seis cilindros 3.0 Diesel e a gasolina (B57/B58) de origem BMW e uma caixa automática de oito velocidades da ZF (com uma caixa de redutoras à parte). Tem lançamento previsto daqui a um ano e meio e começará por ser aposta no formato de cinco portas, sendo que pouco mais tarde virá a versão pick-up de quatro portas. Na calha está ainda, entre outras derivações de carroçaria, uma versão curta. Segundo a Autocar, o jipe terá preços a começarem nas 40 mil libras (acima dos 44 mil euros) no Reino Unido. O modelo de posicionamento mundial terá uma produção anual de cerca de 25 mil unidades.

O Grenadier surgiu quando Ratcliffe pensou em construir um sucessor para o seu Land Rover Defender – cuja geração original foi descontinuada em 2016 depois de 67 anos em produção. Para materializar o projeto, o milionário recrutou o amigo e designer em “superiates” Toby Ecuyer para tomar conta do departamento de design. Apostou ainda no antigo engenheiro químico Dirk Heilmann para o cargo de CEO, com a tarefa de criar um 4×4 para puristas. Para o efeito, tem vindo a trabalhar diretamente com engenheiros da Magna Steyr, em Graz (na Áustria). O processo de testes do Grenadier arrancou no último inverno na Suécia. O objetivo é testar mais de 1,8 milhões de quilómetros durante toda a fase de desenvolvimento. Neste momento estão a ser construídas duas fábricas: uma de componentes, nomeadamente onde será produzido o chassis, em Estarreja (Portugal), e outra no Bridgend (País de Gales), onde será montado o carro. O Grenadier será comercializado inicialmente na Europa e nos EUA, sendo que a Ineos está interessada em chegar a mercados importantes como a Austrália, África e Sudeste asiático.

O responsável comercial da Ineos, Mark Tennant, esclareceu à Autocar que o modelo é focado sobretudo na performance fora de estrada e que apesar de ser um carro “descomplicado” não é espartano nem desatualizado. Será equipado com as mais recentes tecnologias e conetividade. E além disso será focado no conforto. O Grenadier terá um formato “quadrado”, uma grelha vertical, cavas das rodas pronunciadas e faróis em LED. Na versão de lançamento, no formato “station wagon” terá três janelas laterais. O jipe da Ineos será mais pesado do que o Defender 110, com cerca de 2400 kg. Segundo a marca, com ambas as portas abertas será possível encaixar uma Europalete. A base será de travessas e longarinas com uma suspensão de eixos rígidos. Será incluído de série um diferencial central mecânico. Contudo, a carroçaria será feita a partir de uma mistura de alumínio, aço de alta resistência e de materiais compósitos. O Grenadier será aberto à personalização de vários componentes – com várias opções de fábrica e de fornecedores exteriores.

Deixe uma resposta

*