Novo Vanquish de Ian Callum já é final

Aston Martin Callum Vanquish 25 by R-Reforged View Gallery 13 photos

Primeiro projeto em nome próprio do antigo designer da Jaguar é feito em conjunto equipa suíça da R-Reforged.

Nove meses depois de anunciar o seu primeiro projeto em nome próprio, Ian Callum apresentou o Callum Vanquish 25 by R-Reforged na sua versão definitiva. As diferenças para o protótipo inicial cingem-se a um interior modificado, novas opções de personalização e uma afinação específica para o chassis e motorização – feitas em conjunto com a marca R-Reforged (que pertence aos suíços da AF Racing, que em tempos produziu a sua própria versão do Aston Martin V12 Zagato, que está envolvida nos supercarros de motor central da marca britânica e no Valkyrie e, por fim, que é atualmente responsável pela distribuição da Aston Martin na Suíça e parceiro na equipa da GT3). Já em relação ao carro que serve de base a esta conversão, o Aston Martin Vanquish construído entre 2001 e 2007, há 350 modificações operadas, a nível de engenharia, design e materiais. Para começar, foram adicionados amortecedores da Bilstein que favorecem mais agilidade de controlo do carro, mas também novas buchas da suspensão, barras anti-aproximação mais rígidas e pneus Michelin Pilot Sport 4 S. O carro tem ainda uma suspensão 10 mm mais baixa e vias 60 mm mais largas. A direção também foi melhorada graças à inclusão de um aro mais delgado no volante, uma posição de condução mais baixa e melhorias da suspensão, proporcionando mais comunicação. O objetivo era tornar o GT mais versátil adequada a uma utilização quotidiana.

Esteticamente, Callum operou mais de 100 alterações, embora subtis, no seu Vanquish, incluindo para-choques em fibra de carbono (com uma grelha inferior maior e entradas de ar laterais no da frente), contornos das janelas em material compósito, além de faróis e farolins com tecnologia LED. Os clientes podem escolher entre várias tonalidades para o exterior, oito ambientes interiores e três tipos de jantes de 20 polegadas. Por dentro, destaque para a utilização de couro da Bridge of Weir Leather Company, para o relógio amovível da Bremont no tablier, detalhes cromados e aplicações em madeira de nogueira em vez de carbono. O carro surge acompanhado de um pack de malas Mulberry, especificamente feito para o efeito.

O motor V12 5.9 colocado debaixo do capot em fibra de carbono também foi atualizado, passando a debitar 580 cv (mais 60 cv do que o Vanquish), graças a um sistema de admissão em carbono e coletores de escape em aço inoxidável. É possível escolher entre uma caixa manual, automática com conversor de binário ou semi-automática.

Limitado a 25 unidades, este GT personalizado começará a ser produzido em setembro. Os preços começam nos 600 mil euros antes de impostos (já incluindo o carro que servirá de base à conversão).

Deixe uma resposta

*