Ayrton Senna foi o piloto de F1 mais rápido desde os anos 80

Ayrton Senna

Algoritmo criado pela Amazon Web Services coloca o brasileiro à frente de Schumacher e de Hamilton.

Ayrton Senna foi considerado o piloto mais rápido da Fórmula 1. Pelo menos foi essa a conclusão de um estudo criado pela Amazon Web Services (habitual parceira técnica da organização da F1) que criou um algoritmo específico que avaliou a prestação dos pilotos da categoria “rainha” do desporto automóvel desde 1983 até hoje. Essa ferramenta que corre à tecnologia “machine learning” concluiu que o brasileiro foi mais rápido do que o heptacampeão Michael Schumacher e do que Lewis Hamilton (o atual campeão do mundo, ainda no ativo).

O ranking baseou-se nos tempos de cada sessão de qualificação, eliminando os valores atípicos e normalizando os dados de modo a criar uma rede completa de rendimento entre os pilotos em relação aos seus companheiros de equipa. Mas houve vários fatores tidos em conta, nomeadamente o facto de os companheiros de equipa terem de ter completado pelo menos cinco sessões de qualificação e a idade do piloto. Assim, o algoritmo atribuiu uma nota mais alta aos pilotos que obtiveram melhores tempos face aos seus colegas de equipa durante mais tempo ou aqueles que melhor rendimento obtiveram face a colegas mais fortes, independentemente da qualidade do carro. “Ao comparar os tempos de volta apenas entre companheiros de equipa, o algoritmo Fastest Driver normaliza efetivamente o desempenho do carro e da equipa. De forma geral, permite construir uma imagem de como os pilotos de diferentes gerações podem ser comparados, analisando a mais pura indicação de velocidade máxima – a volta de qualificação”, referem os autores do estudo.

Curiosamente, enquanto o trio da frente é mais ou menos esperado, há vários campeões mundiais que não surgem sequer no top 10, nomeadamente Alain Prost, Nelson Piquet, Nigel Mansell, Damon Hill, Jacques Villeneuve, Mika Häkkinen, Kimi Räikkönen e Jenson Button. Contudo, em sentido contrário, nos 10 primeiro há algumas surpresas interessantes a assinalar, nomeadamente Charles Leclerc no sétimo lugares, Heikki Kovalainen em oitavo e Jarno Trulli em nono.

Resta saber como seria o resultado deste estudo se pilotos lendários como Juan Manuel Fangio, Jim Clark ou Jackie Stewart tivessem entrado nas contas.

Ranking dos 20 pilotos mais rápidos da história da F1:

Posição Piloto    Diferença (segundos)

1º           Ayrton Senna

2º           Michael Schumacher      +0,114

3º           Lewis Hamilton +0,275

4º           Max Verstappen              +0,280

5º           Fernando Alonso             +0,309

6º           Nico Rosberg     +0,374

7º           Charles Leclerc  +0,376

8º           Heikki Kovalainen            +0,378

9º           Jarno Trulli         +0,409

10º        Sebastian Vettel              +0,435

11º        Rubens Barrichello          +0,445

12º        Nico Hülkenberg              +0,456

13º        Valtteri Bottas   +0,457

14º        Carlos Sainz        +0,457

15º        Lando Norris      +0,459

16º        Daniel Ricciardo              +0,461

17º        Jenson Button   +0,462

18º        Robert Kubica    +0,463

19º        Giancarlo Fisichella         +0,469

20º        Alain Prost          +0,514

 

Ayrton Senna em 1991 no circuito de Adelaide (Austrália):

Deixe uma resposta

*