Um dos 9 Mercedes SLS AMG Electric Drive vai a leilão

Mercedes SLS AMG Electric Drive View Gallery 6 photos

Modelo de 2013 foi um dos pioneiros entre os superdesportivos elétricos.

No Salão de Paris de 2012, a Mercedes-Benz apresentou o SLS AMG Electric Drive, uma derivação 100% elétrica do superdesportivo SLS. Aquele que foi um percursor dos supercarros elétricos tinha 751 cv, 1000 Nm e… 250 km de autonomia (NEDC). E, apesar de o objetivo iniciar ser produzir uma série de 100 unidades, apenas foram feitas nove – talvez por o seu preço não ser particularmente atrativo: mais de 400 mil euros. Uma delas vai agora ser leiloada pela mão da RM Sotheby’s.

Este superdesportivo elétrico de portas “gullwing” da AMG era alimentado por quatro motores elétricos, um por roda, que por sua vez eram alimentados por uma bateria de iões de lítio de 60 kWh de capacidade. Os mais de 500 kg da bateria eram compensados pela monocoque em fibra de carbono (30% mais leve face ao SLS convencional que tinha uma estrutura em alumínio). Este supercarro elétrico anunciava 0-100 km/h em 3,9 segundos (0,3 seg. mais lento face ao SLS AMG GT de motor V8) e uma velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h. Na época, tornou-se no modelo “zero emissões” de produção mais rápido a dar uma volta ao circuito de Nürburgring Nordschleife (com o tempo de 7:56:234 minutos).

O exemplar proposto a leilão vem pintado em Green Electric do concept original SLS AMG E-CELL, registando apenas 3800 km percorridos nas mãos de dois proprietários (primeiro um suíço e depois um holandês). A sua última revisão foi feita em 2018. A leiloeira estipulou uma base de licitação de 1,05 milhões de euros por este SLS AMG Electric Drive (mais do dobro do preço do seu valor original).

Deixe uma resposta

*