Citroën C4 Aircross é hipótese para substituir o Cactus

Render digital do Citroën C4 Aircross

Novo SUV deverá posiciona-se entre o C3 Aircross e o C5 Aircross.

Um dos novos projetos em cima da mesa a breve-prazo na Citroën é o de um substituto do C4 Cactus. Segundo a Autoplus, este SUV de base CMP poderá ser apresentado ainda este ano e ser lançado em 2023, posicionando-se entre o C3 Aircross e o C5 Aircross.

Visualmente, tal como o “render” publicado pela Carscoops adianta, este C4 Aircross será basicamente um C4 de “calças arregaçadas”, com arcos das rodas mais largos, para-choques salientes e os caraterísticos Airbumps nas laterais numa cor contrastante em relação à restante carroçaria. O Aircross pautar-se-ia ainda pelos faróis duplos redesenhados com os gráficos em LED em jeito de extensão do emblema de duplo chevron. Na traseira, o SUV francês teria uma linha de tejadilho mais convencional comparativamente com a curvatura de estilo coupé do C4 convencional – uma solução que permitirá ter mais espaço para os ocupantes dos lugares posteriores e volumetria na bagageira. Já por dentro, o C4 Aircross seria muito similar ao C4 normal. Da gama de motores seria de esperar a inclusão do 1.2 de três cilindros turbo a gasolina Puretech e do 1.5 de quatro cilindros turbodiesel BlueHDi, com níveis de potência a oscilarem entre 100 e 155 cv. Na calha estaria ainda uma versão 100% elétrica de base eCMP com 100 kW/136 cv e uma bateria de 50 kWh de capacidade. Todas as variantes seriam de tração dianteira tendo o sistema Grip Control em opção, a suspensão Progressive Hydraulic Cushions de série e aptas a condução autónoma de nível 2.

Acontece que estas informações contradizem as dos compatriotas da L’Argus que afirmam que o projeto do C4 Aircross, que rondará ao que tudo indica os 4,30/4,35 metros de comprimento, terá sido posto de parte por alegadamente canibalizar o C3 Aircross de 4,15 m.

Deixe uma resposta

*