Radares ativados em Lisboa: saiba onde ficam

Velocímetro

A partir de 1 de junho, entram em funcionamento os radares de nova geração que vão encher a cidade de Lisboa. Saiba onde se localizam.

A partir do próximo dia 1 de junho, entram em funcionamento na cidade de Lisboa novos radares.

Serão 20 localizações totalmente novas (que entrarão de forma faseada a partir de junho) e 21 novos radares em localizações existentes (a partir de 1 de junho), num total de 41.

Um documento preliminar apontava a data de 23 de maio para a entrada em funcionamento destes equipamentos, mas a opção acabou por ser 1 de junho.

Assim, com base na monitorização da sinistralidade da cidade de Lisboa, efetuada pela autarquia em articulação com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, foram definidas 20 novas localizações para instalação de radares, tendo em conta três critérios, segundo a Câmara municipal de Lisboa: controlar as entradas e saídas da cidade; complementar as posições de radares existentes; mitigar fatores de risco, principalmente vias com inclinação elevada e com três vias de trânsito no mesmo sentido.

A entrada em funcionamento destes 20 novos radares ocorrerá de forma gradual a partir de 1 de junho.

São estas as localizações destes novos 20 radares (ver Anexo):

  • Avenida Santos e Castro (2 sentidos)
  • Avenida Lusíada (2 sentidos)
  • Avenida Eusébio da Silva Ferreira
  • Avenida Padre Cruz (2 sentidos)
  • Avenida Marechal Gomes da Costa
  • Avenida de Brasília
  • Avenida Infante D. Henrique (2 sentidos)
  • Avenida Dr. Alfredo Bensaúde (2 sentidos)
  • Avenida Almirante Gago Coutinho
  • Avenida de Ceuta
  • Avenida Calouste Gulbenkian
  • Avenida Marechal Craveiro Lopes (2 sentidos)
  • Avenida dos Combatentes (2 sentidos)

20 novos radares juntam-se às 21 localizações existentes.

Relativamente às 21 localizações existentes, a autarquia de Lisboa irá reativá-las dado que os equipamentos que tinham ali sido montados são novos, com tecnologia mais avançada e que substituíram os anteriores, de velha geração. Estas são as suas localizações:

  • Avenida da Índia
  • Avenida de Brasília
  • Avenida Infante D. Henrique (2 sentidos)
  • Avenida de Ceuta (2 sentidos)
  • Avenida General Correia Barreto (2 sentidos)
  • Avenida Marechal António Spínola (2 sentidos)
  • Avenida Marechal Gomes da Costa
  • Avenida Almirante Gago Coutinho
  • Avenida Eusébio da Silva Ferreira
  • Avenida da República
  • Campo Grande
  • Avenida Cidade do Porto
  • Avenida João XXI
  • Avenida Afonso Costa
  • Túnel Marquês de Pombal
  • Avenida Marechal Craveiro Lopes
  • Avenida das Descobertas

O município refere que a implementação desta medida representou um investimento de 2,1 milhões de euros (o valor exato é 2.142.487,65 euros).

Além sinalética que decorre do Regulamento de Sinalização de Trânsito (sinal H43), a Câmara Municipal de Lisboa indica que instalou ainda em todas as localizações painéis informativos como o que aqui reproduzimos.

O novo radar

O novo equipamento de radar que foi montado é o modelo TraffiStar SR390, da Jenoptik, aprovado pelo Despacho n.º 8626/2018, de 7 de setembro.

Trata-se de um cinemómetro-radar, que utiliza como princípio de medição o efeito Doppler, com várias frequências, permitindo obter velocidade, distância e posição.

O equipamento tem ainda a capacidade de monitorizar a passagem do sinal vermelho, a par do excesso de velocidade nos dois sentidos, já que controla quer o movimento de aproximação, quer o de afastamento das viaturas.

Devido à iluminação por LED (infravermelhos), este radar pode efetuar este duplo controlo com fiabilidade e precisão em várias vias em simultâneo.

O TraffiStar SR390 regista violações de trânsito em imagens nítidas que podem ser usadas como prova em tribunal. Um vídeo adicional, de forma opcional, regista permanentemente a situação e fornece gravações de vários segundos antes e depois da infração de velocidade ou passagem ao sinal vermelho. Estes são utilizados como evidências secundárias.

As imagens fotográficas captadas têm uma resolução de 6 megapixéis (2758 x 2208) ou 16 megapixéis (4864 x 3232).

Já o vídeo, possui uma resolução de 1024 x 768 pixéis ou 1600 x 1200 pixéis. Apresenta um módulo de iluminação tipo flash, designada por Traffipax. Poderá também ser utilizado díodos emissores de luz de infravermelhos.

A exatidão de medição de 10 km/h a 100 km/h é de 1 km/h.

De 100 km/h a 300 km/h, essa exatidão é de 1%.

Tecnicamente, o radar capta velocidades entre 10 km/h a 300 km/h, 6 vias e tem um alcance até 100 metros.

Via Controlada Radar
Via Controlada Radar

Deixe uma resposta

*