Marchionne morre aos 66 anos

O antigo presidente da Fiat Chrysler não resistiu a complicações na sequência de uma cirurgia ao ombro.

Sergio Marchionne morreu hoje num hospital de Zurique, na Suíça, aos 66 anos. O italo-canadiano foi hospitalizado na semana passada para uma operação ao ombro mas uma embolia deixou-o num estado de coma irreversível, que obrigou à sua substituição imediata à frente dos destinos da Fiat Chrylser Automobiles (FCA) – com Mike Manley, o antigo responsável da Jeep, a assumir o seu lugar no passado dia 21. Em comunicado, o chairman da FCA, Johan Elkann, confirmou o inevitável: “Infelizmente, o que mais temíamos aconteceu. Sergio Marchionne, homem e amigo, já não está entre nós”.

Marchionne foi CEO da Fiat desde 2004 até à fusão com a Chrysler em 2011. O gestor previa reformar-se em abril do próximo ano.

Deixe uma resposta

*