Porsche confirma fim do Diesel

O abandono do Diesel foi confirmado oficialmente pela marca

A marca alemã pretende apostar em força para os híbridos e elétricos.

A Porsche não tinha nenhuma versão a gasóleo na sua gama desde fevereiro (com a saída de cena do Macan S Diesel e do Panamera 4S Diesel) e agora confirma a despedida em definitivo dos motores Diesel. A marca alemã justificou-se com o aumento significativo da procura de modelos “eletrificados”, em especial do continente europeu – mais de 63% dos Panamera vendidos no Velho Continente são híbridos. A Porsche estima investir seis mil milhões de euros até 2022 em modelos híbridos e elétricos. Por outro lado, globalmente, as versões a gasóleo registaram uma quebra de 12%. Apesar da promessa de “eletrificação”, o construtor não prescindirá de investir na otimização dos motores de combustão interna a gasolina, pois “os carros desportivos potentes e emocionais continuam a representar um papel importante na gama da Porsche”, sublinha a marca em comunicado. O Taycan, previsto para o próximo ano, será o primeiro modelo 100% elétrico da história da marca.

Deixe uma resposta

*