Novo Classe S terá versão elétrica

O recém-apresentado SUV EQC abrirá caminho para outras variantes elétricas, incluindo do novo Classe S

Previsto para 2020, o novo modelo será maior, mais leve e contará com nível 3 de condução autónoma.

A Mercedes-Benz está a afinar a nova geração da sua berlina de referência Classe S. O novo modelo (W223), previsto para 2020, estreará uma nova linguagem estética da casa de Estugarda. Além disso, uma vez que apenas foi “apanhada” em fotos espia a versão longa, especula-se que o novo “S” poderá prescindir da versão “curta”. Independentemente disso, a Auto Bild avança que o novo modelo será maior que o atual. Ao mesmo tempo, é certo que será mais leve, devido à utilização de mais componentes em alumínio e fibra de carbono, o que contribuirá de forma decisiva para a redução dos consumos.

Um dos aspetos mais importantes do novo Classe S é a “eletrificação” da gama. Todas as versões contarão com um sistema elétrico de 48 Volt, incluindo as versões híbridas e a 100% elétrica EQS (que será concebida a partir de uma plataforma à parte). Apesar desta faceta distinta, quer os híbridos quer o elétrico contarão com suspensão pneumática ativa, um sistema de quatro rodas direcionais, um sistema de tração às quatro rodas mecânico, que no caso da versão AMG contará com dois motores elétricos em cada uma das rodas do eixo traseiro.

Em termos tecnológicos também haverá novidades, com a berlina de luxo a adotar a mais recente evolução do sistema de infotainment MBUX e um sistema de condução autónoma de nível 3.

Deixe uma resposta

*