Daimler e BMW poderão unir-se no fabrico de componentes

Parceria entre Daimler e BMW poderá ir além das plataformas de mobilidade

União de esforços em serviços de mobilidade poderá ter sido apenas o primeiro passo.

O acordo anunciado pela BMW e Daimler há poucos dias com vista à partilha de plataforma de “car sharing” Car2Go e DriveNow poderá ser apenas a “ponta do iceberg” de eventuais parcerias industriais. Segundo a Bloomberg, os dois gigantes alemães estão a negociar, ainda que em reuniões preliminares, a produção em conjunto de componentes-chave, nomeadamente plataformas, baterias e tecnologia de condução autónoma. Recorde-se que ambas as empresas registaram uma redução dos lucros em 2018, sobretudo devido a investimentos avultados, nomeadamente em carros elétricos, e a tensões comerciais.

Se por um lado a Daimler anunciou o lançamento de dez carros elétricos para os próximos quatro anos, a BMW pretende apostar em 12 modelos EV até 2025.

A Daimler e a BMW não quiseram comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

*