BMW vai avançar com M2 Gran Coupé

Render do BMW M2 Gran Coupé

A versão mais “prática” do Série 2 chegará no final do ano com tração dianteira.

A BMW vai mesmo avançar com o Série 2 Gran Coupé (na imagem, um “render”). Esta versão mais “familiar” do modelo bávaro posicionar-se-á entre o Série 2 Coupé e o Série 3 convencional. Será revelada no outono e estará à venda em dezembro. “Apanhado” recentemente em testes, esta nova variante do Série 2 conta um formato do estilo “liftback” de cinco portas caraterístico das versões Gran Coupé do construtor de Munique. Mais importante do que isso, as recentes fotos espia mostram que o Gran Coupé será um modelo de tração dianteira, uma vez que lhe falta o caraterístico veio de transmissão dos RWD.

Outra das grandes novidades desta variante será a integração do sistema de infotainment de última geração, que estará já nos restantes Série 2 Coupé e Cabrio em 2020. No topo da gama, existirá uma versão M2 Gran Coupé com 370 cv com um motor 3.0 de seis cilindros turbo de colocação longitudinal e tração traseira (caraterísticas semelhantes às do M2 Coupé), para concorrer com o Audi RS3 e o Mercedes-AMG CLA 45. Esta versão deverá anuncia 0-100 km/h em 4,5 segundos com caixa manual. Em Portugal, a gama Série 2 Gran Coupé deverá ser semelhante à dos Série 2 Coupé e Cabrio, sendo constituída por motores de três e quatro cilindros turbo. A gasolina existirão as versões 218i com um 1.5 de três cilindros a debitar 136 cv, o M240i com seis cilindros 3.0 a debitar 340 cv. Os Diesel serão o 218d, 220d e 225d, com um 2.0 de quatro cilindros com 150 cv, 190 cv e 224 cv, respetivamente. À tradicional caixa manual de seis velocidades, existirá uma opção de caixa automática de oito velocidades com conversor de binário, e versões de tração integral xDrive em algumas motorizações.

O Série 2 Gran Coupé será produzido juntamente com a restante gama Série 2 Coupé e Cabrio em Leipzig, na Alemanha. Na calha está ainda uma versão híbrida Plug-in feita com base no 1.5 de três cilindros turbo a gasolina, a funcionar de série em conjunto com caixa automática, garantindo uma autonomia em modo elétrico até 50 km.

Na próxima geração o Série 2 Coupé (e por inerência o M2 Coupé) continuará a ser um modelo de tração traseira com um motor de colocação longitudinal, segundo o Autoblog. Contudo, o próximo Série 1, a revelar este ano, passará a ser um modelo de tração dianteira.

 

Deixe uma resposta

*