Volvo instala câmaras no interior para evitar acidentes

Volvo apostará em câmaras no interior para avaliar o comportamento dos condutores, por motivos de segurança

Suecos acreditam que desta forma conseguem detetar condutores embriagados ou distraídos. Tecnologia será lançada em veículos da próxima geração.

A Volvo anunciou que na sua próxima geração de viaturas com base na plataforma SPA2 (dos Série 60 para cima), a lançar a partir da próxima década, passarão a utilizar câmaras no interior para avaliar a capacidade de resposta do condutor. A marca sueca ainda não avançou com detalhes técnicos sobre o sistema, mas em teoria as câmaras poderão funcionar, em teoria, em conjunto com o sensor no volante do carro e com o sistema de permanência na faixa de rodagem, por exemplo. Em primeiro lugar, quem vai ao volante será avisado pelo sistema. Caso o condutor esteja a comportar-se de uma forma errática, possivelmente por distração, embriaguez ou sob o efeito de drogas, serão acionados mecanismos de condução autónoma, de forma a evitar acidentes, nomeadamente limitando a velocidade no carro ou mesmo imobilizando-o de forma segura. Em casos mais extremos, caso o condutor deixe de agir e/ou tenha os olhos fechados, por exemplo, serão avisadas as autoridades de forma automática. “O nosso objetivo é evitar acidentes e não apenas limitar o impacto quando um acidente está iminente”, reforça Henrik Green, o responsável pela pesquisa e desenvolvimento da Volvo.

Estas medidas juntam-se ao recente anúncio do fabricante escandinavo que limitará a velocidade máxima dos seus carros a 180 km/h a partir de 2021. O objetivo da Volvo é acabar com mortes na estrada nos seus carros no arranque na próxima década.

Deixe uma resposta

*