Mercedes-AMG GT73 será híbrido de topo com 800 cv

Mercedes-AMG GT Concept

Com lançamento previsto para 2020, a versão plug-in da berlina coupé de quatro portas será concorrente do Porsche Panamera Turbo S e-Hybrid.

O patrão da Mercedes-AMG tinha prometido uma ofensiva de modelos híbridos desportivos e já há mais desenvolvimentos. Segundo declarações de Tobias Moers à Autocar, o “senhor que se segue” é o AMG GT73, uma versão híbrida plug-in do AMG GT de quatro portas. Esta versão de topo será apresentada em março do próximo ano no Salão de Genebra, na Suíça, tendo prevista a sua chegada ao mercado para poucas semanas depois. O modelo em questão, potencial concorrente do Porsche Panamera Turbo S e-Hybrid (com 680 cv) deverá recorrer ao mesmo sistema utilizado no protótipo exibido há dois anos (na imagem), com um motor V8 4.0 biturbo a gasolina a funcionar em conjunto com um motor elétrico, para um débito total de 816 cv. Isto significa que esta nova versão de referência na gama AMG GT 4 Portas terá mais 77 cv que o AMG GT 63 S 4Matic+ (ler test drive na autoDRIVE #18), de 639 cv, o modelo mais potente da Mercedes-Benz atualmente em comercialização – enquanto não chega o One.

Esta versão AMG GT73 já foi “apanhada” em testes, de modo a afinar o sistema híbrido plug-in e o funcionamento no modo 100% elétrico (até 50 km). Esta “eletrificação” da berlina coupé de quatro portas deverá permitir acelerações de 0 a 100 km/h em 3 segundos. A casa de Affalterbach recupera assim uma sigla histórica 73, utilizada por exemplo no raro SL73, com motor V12 7.3. Em breve, esta designação poderá ser utilizada no Classe G e na próxima geração do Classe S.

Deixe uma resposta

*