Novo BMW X6 traz grelha iluminada e M50i com 530 cv

BMW X6 facelift View Gallery 18 photos

Terceira geração do SUV de formato coupé acerta estética e traz novos motores.

A BMW apresentou o novo X6, SUV de formatou coupé que partilha a plataforma CLAR com o X5. A terceira geração do modelo bávaro chega em novembro. O concorrente do Porsche Cayenne Coupé e do Audi Q8 tem 4,94 metros de comprimento, o que o torna 26 mm maior do que o antecessor. Além disso, é 15 mm mais largo (2004 mm), 6 mm mais baixo e beneficia de mais 42 mm de distância entre eixos (alcançando 2975 mm), o que favorece a habitabilidade nos lugares posteriores. Esteticamente, o novo X6 destaca-se pelas linhas mais angulares e pela grelha maior, seguindo a tendência do X7 e do Série 7. Opcionalmente, o SUV conta com uma grelha iluminada, ativável com o abrir e fechar e portas e durante a condução. Em estreia surge também a iluminação Laserlight, capaz de alcançar até 500 metros de distância, em combinação com uns faróis LED Matrix.

A gama de motores é composta pelos Diesel xDrive30d com 265 cv e M50d de 400 cv, e pelos gasolina sDrive40i e xDrive40i com um 3.0 de seis cilindros biturbo com 340 cv com 477 Nm (mais 37 cv e 47 Nm face ao anterior) e o topo de gama M50i com um V8 4.4 biturbo de 530 cv e 750 Nm (mais 78 cv e 100 Nm), capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos (0,5 seg. mais rápido do que o modelo da geração anterior) e com uma velocidade máxima limitada a 249 km/h. Todos têm caixa automática de oito velocidades Steptronic com conversor de binário. As versões M Sport trazem de série escape desportivo (opcional na restante gama). Há um diferencial autoblocante controlado eletronicamente, opcional nas versões M Sport e incluído no pack xOffroad (disponível nas versões x40i e x40d, que por sua vez acrescenta os modos de tração específicos para neve, terra, gravilha ou pedras). As jantes de série são de 19 polegadas, havendo opção até 22 polegadas. O X6 está disponível nas linhas de equipamento xLine e M Sport. A versão base conta com revestimentos em couro Vernasca.

O chassis tem uma configuração independente em ambos os eixos (de triângulos sobrepostos à frente e de cinco braços atrás). A suspensão de série é de molas helicoidais e com amortecimento regulável Dynamic Damper Control. Em opção, existe a suspensão Adaptive M Professional, com barras estabilizadoras ativas e quatro rodas direcionais, e de amortecimento pneumático, que permite oscilar a altura numa margem de 80 mm. Destaque para o pacote Dynamic Handling, com direção ativa e barras ativas. A capacidade da mala é igual à do modelo anterior: 580 litros, extensível a 1530 litros com o rebatimento dos bancos traseiros (que rebatem numa proporção de 40:20:40). Por dentro, o X6 ganha a versão mais recente do Live Cockpit com o sistema iDrive, que inclui um painel de instrumentos de 12,3 polegadas e um ecrã central com a mesma dimensão, assistente por voz “Hey, BMW”, controlos por gestos, ligação wifi, carregamento por indução do smartphone e compatibilidade com o sistema Apple Carplay. Entre o equipamento de série, destaque para o sistema Active Driving Assistant (cruise control com sistema stop & go), detetor de ângulo morto, aviso de colisão dianteira e assistente de estacionamento. Entre os opcionais, há o aviso de colisão e deteção de peões e de ciclistas com sistema de travagem em cidade, aviso de colisão lateral, mudança de faixa automática e o sistema de manutenção na faixa de rodagem.

Deixe uma resposta

*