Porsche 911 Singer pode valer 765 mil euros

Porsche 911 Malibu Singer View Gallery 25 photos

“Malibu” tem 395 cv (mais 145 cv face ao modelo que lhe serve de base) e apenas 2253 km no odómetro.

A Singer Vehicle Design é uma empresa norte-americana amplamente reconhecida por modificar os Porsche 911 da geração 964. Desde a sua fundação, a Singer tem vindo a produzir versões personalizadas de acordo com as especificações do comprador, o que torna muito difícil encontrar um exemplar à venda. Ainda assim, existem exceções à regra, exemplo disso é este Porsche 911 “Malibu” de 1991.

O “coração” deste modelo é um motor de 6 cilindros boxer com 4.0 litros construído pela empresa Ed Pink Racing Engines. De forma a melhorar o rendimento, foram incluídos vários componentes internos novos e o desportivo passou a debitar 395 cv de potência e 427 Nm de binário. De acordo com a Singer, esta transformação permite ao veículo realizar o tempo dos 0-96 km/h em apenas 3,3 segundos. Para lidar com este incremento de potência, foram ainda instalados uns travões Brembo de maiores dimensões e uma suspensão ajustável da Öhlins. Visualmente, a pintura única na cor “Mintarrini” é o principal destaque sendo complementada por umas jantes do estilo Fuchs. Já o bocal do depósito de combustível e o filtro do óleo foram instalados no centro do capot em homenagem aos 911 de 1972. Por dentro, foram introduzidos bancos da Recaro em pele castanha e o tecido “Alabaster” foi aplicado no tablier e nas portas.

Curiosamente, este Porsche 911 “Malibu” é o 71.º automóvel a ser restaurado pela Singer e percorreu somente 2,253 quilómetros desde 2016, o ano em que foi reconstruído. Se sempre desejou possuir um Porsche 911 modificado pela Singer, esta é uma excelente oportunidade. O veículo está listado no departamento de vendas privadas da RM Sotheby’s com um preço situado nos 765 mil euros.

Deixe uma resposta

*