Audi e-tron GT poderá estrear ainda este ano

Audi e-tron GT já em testes View Gallery 3 photos

Berlina elétrica topo de gama concorrerá com o Tesla Model S.

A Audi elegeu o Salão de Los Angeles de 2018 para estrear o protótipo e-tron GT – quem não se lembra de o ver no filme “Avengers: Endgame” nas mãos de Tony Stark, o Iron Man? -, que antecipa um futuro topo de gama 100% elétrico. Agora, este modelo foi “apanhado” em testes nas paisagens geladas do norte da Europa, ainda bastante camuflado, e surge a informação que a versão de produção deste potencial concorrente do Tesla Model S poder vir a ser exibido na edição deste ano do mesmo certame norte-americano, para estar à venda no início de 2021.

A notícia mais interessante é que o modelo elétrico de referência de Ingolstadt manterá as mesmas linhas do concept que lhe serviu de base – aliás, foi isso que o designer Marc Lichte prometeu aquando da sua apresentação ao público. O modelo de testes conta com jantes diferentes e menos camuflagem face ao primeiro que tinha sido avistado recentemente. Desta vez é possível ver quase na totalidade a assinatura luminosa dianteira e a grelha apelidada “Sensor Array”, tal como os farolins formados por uma barra que se prolonga por toda a traseira. Face ao protótipo, nota-se que os puxadores das portas passam a ter um formato convencional, assim como os espelhos retrovisores exteriores.

O mesmo se aplica ao sistema propulsor deste modelo desenvolvido pela Audi Sport e cuja plataforma J1 é partilhada com o Porsche Taycan: tração integral e dotado de um sistema de quatro rodas direcionais, o protótipo foi apresentado com um esquema de dois motores elétricos (um responsável pelo movido das rodas dianteiras e outro pelo das rodas traseiras) debitando uma potência combinada de 590 cv (ficando entre o Porsche Taycan 4S e o Taycan Turbo). O conjunto de baterias de iões de lítio colocado debaixo no piso do carro tem uma capacidade de 90 kWh, o que permite ter um centro de gravidade semelhante ao do R8, segundo o fabricante. A autonomia anunciada supera os 400 km, à luz do ciclo WLTP. Prevê-se que o modelo de produção seja capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e 0-200 km/h em pouco mais de 12 segundos, tendo uma velocidade máxima limitada a 240 km/h. Com capacidade para carregar com cabo ou por indução, anuncia a capacidade para carregar 80% das baterias numa tomada rápida em 20 minutos (o equivalente a mais de 320 km, segundo estimativas da Audi).

Tal como sucede com o “irmão” da Porsche (que tem versões com 530, 571, 680 e 761 cv), o Audi deverá estar disponível em diferentes níveis de potência e com baterias com diferentes capacidades – estando em cima da mesa a possibilidade de um e-tron GT Performance, mais potente, vir a ser aposta posteriormente. Na melhor das perspetivas, o Audi e-tron GT adotará a mesma bateria de 96 kWh do Taycan, assim como a caixa de duas velocidades. Isto não significa que o Audi e o Porsche venham a ser dois carros iguais, uma vez que o único componente exterior em comum será o para-brisas.

O e-tron GT será construído pelo especialista Böllinger Höfe numa fábrica perto das instalações principais da Audi, em Neckarsulm (Alemanha), onde atualmente é produzido o R8.

Deixe uma resposta

*